A situação dos pneus Pirelli e dos motores para as últimas provas do ano
capa

A situação dos pneus Pirelli e dos motores para as últimas provas do ano

Por

publicidade

Foto Andrew Ferraro / LAT Photographic / CP


Como será a primeira vez que a Fórmula 1 correrá em Austin, a Pirelli precisou usar dados de simulkação para a indicação dos pneus. Em um novo circuito, uma escolha relativamente conservadora vai se certificar de que todas as possibilidades estão cobertas. Durante uma recente visita, os engenheiros da Pirelli estabeleceram que os pneus receberão uma cargas significativa de energia significativa. As altas temperaturas do Texas também são esperadas.

O circuito de Interlagos, por outro lado, é bem conhecido por ser exigente nos pneus, com grandes alterações de elevação de alta velocidade, as curvas e as cargas de energia significativas que atravessam a estrutura. Por estas razões, os pneus duros e médios são também a melhor escolha para a última corrida da temporada de 2012.

Em relação aos motores, a maioria dos pilotos está próxima de chegar ao uso máximo dos oito motores por temporada. O único que estourou a cota foi Charles Pic, da Marussia, que utiliza motores Cosworth. E cada vez que alguém precisa usar um novo motor além do oitavo, perderá 10 posições no grid. Das equipes que brigam por posições na frente, a McLaren já está no oitavo motor de ambos pilotos. Vettel e Alonso ainda têm direito de usar um novo conjunto motriz nos quatro GPs que restam

Confira quantos motores novos cada piloto já usou durante a temporada:

Sebastian Vettel - 7
Fernando Alonso - 7
Kimi Räikkönen - 7
Lewis Hamilton - 8
Mark Webber - 7
Jenson Button - 8
Nico Rosberg - 8
Romain Grosjean - 7
Felipe Massa - 7
Sergio Pérez - 7
Kamui Kobayashi - 7
Nico Hülkenberg - 7
Paul di Resta - 7
Michael Schumacher - 8
Pastor Maldonado - 7
Bruno Senna - 7
Jean-Éric Vergne - 7
Daniel Ricciardo - 7
Timo Glock - 7
Heikki Kovalainen - 7
Vitaly Petrov - 7
Charles Pic - 9
Narain Karthikeyan - 7
Pedro de la Rosa - 7