Do fundo da garagem para o grid: projeto vai acompanhar automobilismo gaúcho da oficina até a pista
capa

Do fundo da garagem para o grid: projeto vai acompanhar automobilismo gaúcho da oficina até a pista

Viature de Course transformará modelo de rua improvável num carro de corrida

Por
Bernardo Bercht

Projeto vai mostrar todas as etapas de transformação num carro de corrida

publicidade

PitLane e 300 por Hora lançam em 2019 um novo formato para reportar as corridas do Rio Grande do Sul. Agora, o blog vai estar literalmente dentro das pistas ao acompanhar o projeto Viature de Course. A proposta é transformar um carro inusitado de rua, o xodozinho gasto de garagem, num verdadeiro "racer". Até o dia da largada, vamos postar atualizações na construção do veículo por aqui e através do Instagram @berbercht.

A iniciativa vai seguir cada passo da construção desta máquina, com prioridade na segurança e resistência. E, claro, manter os custos dentro de uma realidade para quem sonha em entrar para valer e curtir o esporte a motor. Vamos começar a jornada descendo o carro do guincho na oficina e definindo os parâmetros básicos. Depois disso, o corte de peso e construção do santantônio. Desmonte e revisão do motor, preparação eletrônica, montagem dos equipamentos de segurança, ajustes de suspensão... Até, enfim, chegar ao primeiro teste de pista. Volta para a oficina, futrica aqui, mexe lá e a meta é estar no grid do Gaúcho de Super Turismo.  

Apresentamos nesta terça-feira, então, nossa "supermáquina"... Um Peugeot 306 1.8 16 válvulas, modelo Passion, quatro portas. Bom de lata, bem cuidado, cabeçote recondicionado, segundo dono... Não pera! Sim, um hatch francês de 1998, com mais de 200 mil quilômetros, vai sair da aposentadoria e encarar a Curva 1 de Tarumã à beira dos 180 por hora!

Para chegar lá, tudo começa por consultoria técnica e fornecedores especializados em alta performance. A preparação geral - ajuste de motor, acerto de suspensão, freios e chassis - está por conta da RF Competizione de André Rheinlander (foto), sob a supervisão da Oficina Fossá. A FuelTech traz todo seu expertise em injeções programáveis para um dos elementos-chave do projeto, a conversão e reprogramação dos cavalinhos gastos do Peugeot numa verdadeira cavalaria de guerra.

No quesito segurança e peças, a Full Turbos vai garantir a qualidade dos equipamentos com toda sua linha de especialidades em pista e arrancada. A saúde do motor, por sua vez, ficará à cargo dos aditivos e lubrificantes Dorneles. Para manter tudo isso alimentado a Jajá Baterias fornecerá a energia com sua linha de 80 amperes.

Ah sim, como o repórter é no máximo um dublê de kartista, o piloto de provas será Lorenzo Fossá. O jovem competidor já embalou vitórias no Marcas & Pilotos e vai trazer essa bagagem para os ajustes do Peugeot em Tarumã. Enquanto isso, o Bernardo Bercht vai dar uma reciclada na Escola Gaúcha de Pilotos, para aí sim encarar os autódromos devidamente preparado.

Nos vemos na Curva 1!