McLaren estreia novo F-Indy e Fernando Alonso volta aos ovais no Texas
capa

McLaren estreia novo F-Indy e Fernando Alonso volta aos ovais no Texas

Espanhol fez treino particular enquanto ajusta Dallara-Chevrolet na parceria com a Carlin

Por
Bernardo Bercht

Espanhol terá desafio ainda maior do que na estreia, em 2017

publicidade

Seguimos nossa contagem regressiva para a Indy 500 e Fernando Alonso está de volta aos ovais. O bicampeão de Fórmula 1 fez um teste particular no oval do Texas, enquanto se prepara para a segunda tentativa de completar a Tríplice Coroa do automobilismo. Já faturou o GP de Mônaco e as 24 Horas de Le Mans, agora faltam as 500 Milhas de Indianápolis.

A McLaren-Carlin, com as mesmas cores do time de Fórmula 1, rasgou o retão a mais de 380 km/h enquanto Alonso se reacostuma a pilotar com alguns degraus de inclinação positiva. Apesar da maior experiência, o desafio em 2019 promete ser mais difícil do que em 2017.

Em primeiro lugar, vai ter que se adaptar ao motor Chevrolet, que neste ano parece ter certo déficit de potência para os Honda, que ele usou na primeira tentativa. Mais importante, porém, é que não terá o suporte com imenso know-how da equipe Andretti Motorsports.

A McLaren acabou firmando uma parceria com a bem menor, ainda que competente, Carlin. A primeira vitória, certamente, será colocar o carro no grid dos 33 que largam. Desta vez, ao menos 37 postulantes ao grid estarão acelerando na Brickyard.

Claro que a qualidade entre o volante e o motor deve fazer a diferença. Fernando Alonso, salvo raras exceções, não entra no cockpit para perder.