PitLane analisa GP do Azerbaijão com lambança da Red Bull e sorte de Hamilton