Rumo à Indy 500 - Há 61 anos, Indianápolis não ouviu e Fangio desistiu de correr
capa

Rumo à Indy 500 - Há 61 anos, Indianápolis não ouviu e Fangio desistiu de correr

Pentacampeão de F1 testou com dois carros para sua estreia, mas se recusou a conduzir Kurtis Kraft problemático

Por
Bernardo Bercht

Argentino completou dez voltas em Indianápolis e desistiu de carro ruim


publicidade

Há pouco mais de 50 dias das 500 Milhas de Indianápolis, hora de começar uma contagem regressiva contando histórias da mítica prova norte-americana. Para começar, uma que não aconteceu... Em abril de 1958, o pentacampeão de Fórmula 1 Juan Manuel Fangio chegou a Dayton, há alguns quilômetros da capital do esporte a motor,  para iniciar sua preparação para competir nas 500 Milhas daquele ano. Cavocamos nos arquivos do Correio do Povo e encontramos algumas imagens raras daqueles dias.

Tudo estava agendado para ele guiar um Kurtis Kraft 500G com motor Offenhauser, mas o carro ainda estava nos ajustes finais. Sem perder tempo, a lenda argentina arrumou um Kurtis 500F com motor Novi da equipe Novi Automotive Air Conditioning para ao menos ganhar quilometragem.

É exatamente o carro da foto, já a postos nos boxes de Indianápolis, com os adesivos em tiras que indicavam um "rookie" fazendo seu programa de aprendizagem no oval. Fangio não se intimidou e, apesar do carro antiquado, virou 142 milhas por hora (228 km/h).

Alguns dias depois, já sem os adesivos de estreante, finalmente pode entrar no cockpit do Kurtis 500G da Dayton Steel Foundry. Saiu dos boxes, completou três voltas e rodou na pista. Ao voltar, disse aos mecânicos que o carro tinha algum problema que causava instabilidade em linha reta. Pensaram que era falta de costume com o acerto para oval, mas Fangio bateu o pé.


Ao ter recusada a opinião, desistiu de correr. "O carro não está nas condições ideais para permitir ao senhor Fangio manter sua reputação como campeão do mundo", indicou nota oficial que encerrou aquela que teria sido uma participação legendária do maior piloto da F1 nas pistas norte-americanas.