Do e-commerce à loja física: empreendedores gaúchos apostam na moda masculina no Shopping Iguatemi
capa

Do e-commerce à loja física: empreendedores gaúchos apostam na moda masculina no Shopping Iguatemi

Preocupação em oferecer um produto de qualidade vem desde o início da marca, ressalta Yuri Trelha, ao lado do sócio Bruno Karam

Por
Correio do Povo

publicidade

O aquecimento do mercado de moda masculina é uma realidade no mundo todo: segundo o Sebrae, o setor movimentou mais de R$ 20 bilhões nos últimos três anos. No Rio Grande do Sul uma dupla de empreendedores está apostando justamente em peças personalizadas de acessórios masculinos e anunciando a abertura de uma loja no Iguatemi Shopping Porto Alegre, sendo a estreia da marca Yzor Trelha na capital gaúcha, após ser criada em Novo Hamburgo (RS).

 A marca surgiu em 2015 com o empresário Yuri Trelha. Ele conta que percebeu uma oportunidade no mercado pela dificuldade que ele mesmo encontrava em achar acessórios como pulseiras e colares. Os custos altos de importação e a baixa diversidade de produtos o inspiraram a confeccionar os produtos pelas próprias mãos. Com isso, viu as peças ganharem espaço no e-commerce, com homens de todo o Brasil comprando. O crescimento levou a marca a ter mais de 1.200 clientes fiéis online, que compram, em média, cinco vezes por ano. O maior desejo dos consumidores era o de poder experimentar os produtos antes de comprar, em um showroom ou uma loja. Foi aí que num café com um amigo ele encontrou o sócio, Bruno Karam. Bruno já atuou como gestor de redes de cosméticos e franquias, e conhece bem a dinâmica de um lojista. Agora, a dupla investe na capital gaúcha com um quiosque no Iguatemi Shopping, que será aberto no dia 1ᵒ de outubro de 2019.

 

Carência no mercado

Apesar do crescimento previsto de 7% para o setor de moda masculina neste ano, Yuri Trelha explica que isso é muito focado no vestuário. Os acessórios, contudo, ainda ficam de fora desse cenário. Foi observando essa carência que ele resolveu apostar no mercado. 

Bruno salienta que, apesar de existir pouca opção no mercado, há demanda por esse tipo de peça, seja para uso em ambientes profissionais, como escritórios e eventos, como para uso em festas, pubs e restaurantes. Foi isso que o levou do e-commerce à loja física, pois o interesse pelas peças foi ficando cada vez maior. Para ele e o sócio, a tendência é de que esse mercado fique ainda mais em alta no próximo ano, levado pelo crescimento da própria venda de roupas e calçados masculinos, mas principalmente pelo comportamento do consumidor masculino, que tem buscado comprar mais acessórios únicos, raros e personalizados.

 

Peças personalizadas

O destaque da marca Yzor Trelha é o fato da produção ser personalizada.  Yuri é quem se encarrega até hoje da produção de cada peça, dando um toque artesanal e cuidadoso aos detalhes. No processo de produção ele utiliza materiais como pedras, couro e metais preciosos que dão mais qualidade às peças. Para 2020, a aposta é numa coleção com produtos banhados em ouro. 

A preocupação em oferecer um produto de qualidade vem desde o início da marca. Bruno avalia que esse é também um dos possíveis fatores que alavancaram o crescimento ao longo dos anos, criando um público já fiel ao catálogo.