Empresas ganham impulso com implementação de filosofia Lean
capa

Empresas ganham impulso com implementação de filosofia Lean

Pipefy viabiliza adoção da metodologia por outras companhias em pouco tempo

Por
Correio do Povo

publicidade

Criar métodos efetivos para organizar e estruturar tarefas dentro de uma corporação está longe de ser uma tarefa fácil e a disputa pela eficiência entre empresas tornou o investimento em gestão de processos indispensável. Unir os feitos garantindo qualidade, agilidade e eficiência focados nas necessidades do cliente, eliminando desperdícios e melhorando continuamente produtos e serviços é o que almejam companhias de todo o mundo e o que a startup brasileira Pipefy oferece para todas elas, em um curto espaço de tempo.

A metodologia Lean, responsável pelo aperfeiçoamento de procedimentos em busca de mais eficiência, se baseia, principalmente, na redução dos desperdícios da produção. Foi esse mesmo método que deu origem à plataforma de gestão de processos em nuvem, hoje presente em 150 países ao redor do globo. A experiência na filosofia não somente tornou a Pipefy referência no modelo, como permitiu que ela fosse capaz de tornar outras empresas – de todos e quaisquer tamanhos e segmentos – Lean também. 

A Berneck, por exemplo, maior exportadora brasileira de madeira, com faturamento na casa do bilhão, conseguiu poupar 40 mil horas de trabalho ao ano, reduzir em 31% o prazo de entrega de seus produtos na exportação e, ainda, obter 270% ROI (Return on Investment – Retorno sobre Investimento).

 “Aqui na Pipefy, estimulamos que o time execute mais com menos e adotamos o mindset de Learn by Doing, ou seja, aprender fazendo. Como conseguimos isso? Empoderando nossos colaboradores a terem total autonomia em resolver problemas. É preciso que eles tenham a cabeça de dono e pensem sempre em como evitar erros e manter qualidade e o valor que tanto prezamos e entregamos ao cliente”, conta Alessio Alionço, CEO da startup.

Desde sua fundação, a Pipefy já recebeu investimentos da Redpoint Ventures, Valor Capital, 500 Startups, Founders Fund e dos fundadores da Zendesk, Morten Primdahl e Alexander Aghassipour. Em 2018, a empresa levantou US$ 16 milhões em sua rodada de investimentos Series A, encabeçada pela OpenView Partners e Trinity Ventures.

Hoje, com mais de 162 funcionários, incluindo profissionais de países como Estados Unidos, Nicarágua, Israel, Egito e Venezuela, a empresa está entre as melhores PMEs brasileiras para trabalhar. “A junção de produto inovador e eficiência de método chamou a atenção de gigantes que hoje fazem parte do nosso portfólio. Entre eles estão o McDonald’s, Unilever, Ambev e IBM”, comemora o executivo.

 

Sobre a Pipefy

A Pipefy é a principal plataforma de gestão baseada na metodologia Lean, capaz de auxiliar qualquer pessoa a ter total controle do seu trabalho, em áreas como Marketing, Finanças, Recursos Humanos, Atendimento ao Cliente e Vendas. A ferramenta oferece os benefícios comprovados do gerenciamento Lean, incluindo maior agilidade, eficiência aprimorada e resultados de alta qualidade.

Em 2018, a startup levantou US$ 16 milhões em sua rodada de investimentos Série A, encabeçada pela OpenView Partners, firma de venture capital focada em empresas em fase de expansão, além da Trinity Ventures. A Redpoint Ventures e a Valor Capital, que já haviam investido na plataforma, também participaram da rodada. Outros investidores da companhia são a 500 Startups, o Founders Fund (do fundador do Paypal, Peter Thiel) e os fundadores da Zendesk, Morten Primdahl e Alexander Aghassipour. Os fundos estão sendo utilizados para escalar as operações da empresa à medida que a Pipefy expande suas equipes tanto em São Francisco e Austin como no Brasil.