Marca Amadeo Rossi comemora 130 anos de história
capa

Marca Amadeo Rossi comemora 130 anos de história

Criada no mesmo ano da Proclamação da República, a Rossi se moldou às mudanças e hoje é referência no mercado de esporte e lazer

Por
Correio do Povo

publicidade

A Amadeo Rossi, hoje Rossi Airguns Airsoft, está completando 130 anos de história, um marco alcançado por poucas empresas brasileiras. Menos ainda se olharmos para empreendimentos familiares como a Rossi, que está sob os cuidados da família desde sua criação. Hoje, com a mesma idade da República Brasileira, é referência no segmento de Airguns e Airsoft e a maior importadora de produtos de tiro esportivo do Brasil.

Esta reputação, no entanto, não surgiu do dia para a noite. Ela foi construída ao longo de mais de um século de dedicação e trabalho duro, envolvendo muitas mudanças e adequações ao mercado e à sociedade. Quem vê a Rossi hoje, pode não conhecer toda sua trajetória, que contém muitas curvas, mas sempre com o mesmo objetivo de oferecer produtos de qualidade indiscutível.

Tudo começou em 1881, quando Amadeo Rossi, um metalúrgico italiano, desembarcou no Brasil estabelecendo-se no Estado do Rio Grande do Sul, berço da imigração italiana no país. Oito anos depois, em 1889, enquanto no Rio de Janeiro se dava a Proclamação da República Brasileira, Amadeo fundava a empresa Amadeo Rossi & Cia em Caxias do Sul, onde morava, produzindo utensílios domésticos, artigos de montaria e instrumentos agrícolas.

Sem prever o tamanho que acabariam por ter, em 1918, ainda durante a República Velha, Rossi e seus filhos mais velhos passam a produzir espoletas para cartuchos de caça, decisão que mudaria completamente o destino da pequena fábrica. Com a mudança de segmento, a empresa começou a crescer cada vez mais, até o ponto em que não havia mais condições de permanecer em Caxias do Sul. Foi assim que, em 1937, durante a instauração do Estado Novo por Getúlio Vargas, a Amadeo Rossi & Cia se muda para São Leopoldo, buscando melhores condições de logística e fornecimento de energia elétrica.

Mais mudanças estavam por vir para a fábrica. Em 1943, ainda sob o regime do Estado Novo, mas agora também em meio à Segunda Guerra Mundial, a Rossi foi declarada indústria de interesse nacional, passando a fabricar armas de fogo como espingardas, rifles, carabinas, revolveres e pistolas. Neste novo segmento, a companhia começa a ser reconhecida pela linha de produção de armas e munição e ganha novos territórios fora do Brasil.

Sua reputação dentro e fora do Brasil só crescia, a Amadeo Rossi exportava para mais de 70 países diferentes, sendo o principal os EUA. Todo este reconhecimento lhe rendeu o prêmio de Melhor Linha de Revólveres no Mercado Norte-Americano em 1994. Neste segmento, continuou construindo sua reputação e escrevendo a história, até que no ano de 2007, próximo do seu 120º aniversário, se distancia das armas de fogo para focar em um novo segmento, as armas de ar comprimido, relacionadas ao esporte e lazer.

De exportadora a empresa passou a importadora, trazendo e distribuindo para todo o País os melhores produtos e acessórios para a prática do tiro esportivo. O foco pode ter mudado, mas a qualidade e credibilidade que o nome Amadeo Rossi traz consigo, não. Atualmente, a marca Rossi é a principal importadora e distribuidora de Airguns, Airsoft e artigos relacionados do Brasil, sendo referência comercial e atendendo todo o território nacional.

 

Linha do Tempo:

1881 – Chegada de Amadeo Rossi no Brasil
1889 – Início das atividades da oficina metalúrgica em Caxias do Sul
1921 – Fundada a Amadeo Rossi & Cia e início da produção de espoletas para cartuchos de caça
1937 – Mudança da fábrica para São Leopoldo, cidade onde está a sede até hoje
1939 – Início da produção de armas de fogo
1943 – Torna-se empresa de segurança nacional
1961 – Produz sua primeira carabina de pressão – Carabina Dione
1964 – Passa a exportar armas para mais de 70 países
1989 - Rossi alcança 100 anos – É homenageada em nome de rua, pra e escola em São Leopoldo
1994 – Recebe o Prêmio de Melhor Linha de Revólveres no Mercado Norte-Americano
2007 – Sai do segmento de armas de fogo para ingressar no de esporte e lazer
2010 – Torna-se a primeira empresa Brasileira a vislumbrar o mercado ainda embrionário do Airsoft
2017 – Lança em parceria com a Premium Airguns a carabina de pressão PCP R8
2019 – Completa 130 anos de história