Premium Restaurante se prepara para retomada de operação presencial
capa

Premium Restaurante se prepara para retomada de operação presencial

Novo formato que pode virar exemplo a outros empreendedores

Por
Correio do Povo

Uma estrutura de acrílico vai proteger o ambiente tanto no momento de servir, quanto na hora de degustar o alimento. Modelo serve de inspiração a outros estabelecimentos do segmento

publicidade

Após o governo do Rio Grande do Sul sancionar um novo decreto que flexibiliza a reabertura de restaurantes e lancherias para atendimento presencial, o Premium Restaurante, localizado junto ao Hotel Intercity Porto Alegre, está se preparando para a reabertura do restaurante e suas operações de forma presencial. O novo modelo será um sistema de pratos montados a escolha do cliente. Ou seja, o cliente fará o pedido das porções, que serão servidas na sua frente, com uma barreira física de acrílico isolando a montagem das refeições.

Ao chegar no restaurante, o cliente terá sua temperatura medida e um dispenser de álcool gel estará disponível para ser acionado com os pés, sem contato com as mãos. A montagem do prato será executada por um funcionário devidamente protegido e higienizado. Já as mesas contam com isoladores físicos para manter toda a proteção do cliente. Cada cliente que chega tem sua mesa higienizada após a saída do cliente anterior.

O estabelecimento também adotou todas as medidas de protocolos obrigatórios, como uso de máscara face shield, monitoramento de temperatura dos colaboradores, medidas de higienização e distanciamento. 

Para a retomada dos trabalhos, os empreendedores precisaram cumprir uma série de regras, como a diminuição do número de funcionários em 50%, além da distância mínima de dois metros entre as mesas, que diminuiu em 50% o número de lugares. 

"Buscamos trazer o máximo de transparência e segurança aos nossos clientes e colaboradores. Esse novo modelo é resultado de um estudo feito com base nos restaurantes do mundo todo. Pesquisamos como eles estão se preparando para suas reaberturas e seguindo medidas e protocolos praticados em todo país."  ressalta Nelson Ramalho, proprietário do Mule Bule Gastronomia, empresa que assessora o Premium Restaurante na parte de gastronomia. 

O empresário aponta que as preparações podem seguir de exemplo para tantos outros restaurantes que tiveram suas operações fechadas. O valor investido nas mudanças foi de R$ 7 mil reais entre epi's, estruturação, barreiras de acrílico e produtos de higiene. O restaurante aguarda liberação da Prefeitura Municipal para dar o start na operação.