Projeto Edu 4.0: Contêineres viram salas de aula na Capital
capa

Projeto Edu 4.0: Contêineres viram salas de aula na Capital

Parceria do Instituto Besouro com a Prefeitura de Porto Alegre, projeto Edu 4.0 vai passar por quatro escolas gaúchas em contraturno escolar até o fim do ano

Por
Correio do Povo

publicidade

Como seria dar e receber aulas sobre o uso de impressora 3D em aula de escultura, de literatura para blogueiros, ou de cinema voltado para o YouTube? Por mais diferentes que pareçam, assim são as oficinas culturais oferecidas a alunos da rede pública no contraturno escolar de Porto Alegre por meio do projeto Edu 4.0, desenvolvido pelo Instituto Besouro em parceria com a Prefeitura de Porto Alegre. 

A iniciativa desenvolvida desde maio deste ano atende a quatro escolas municipais do ensino fundamental com sete oficinas artísticas até dezembro. Para executar o projeto, o Besouro desenvolveu uma metodologia pensada para fortalecer a autonomia dos participantes conhecida como Maker Space, baseada na lógica do "faça você mesmo" (do it yourself, no original em inglês).

Já os contêineres, também pensados pelo instituto, contam com tecnologias como impressoras 3D, computadores e softwares especializados que dão suporte às aulas -- estas desenvolvidas com temas como artes como música, teatro, escultura, pintura, literatura, arquitetura, cinema e artes plásticas. A Prefeitura  ficou responsável pela verba de R$ 100 mil a cada uma das quatro escolas participantes do projeto.

Cada uma das oficinas terá duração de 27 horas divididas em três módulos e vagas para 25 alunos. O diferencial está no enfoque dado a cada um dos cursos, que ganharam um viés mais moderno. As aulas de escultura abandonaram a argila e adotaram a impressora 3D. Nas aulas de pintura, todas as peças serão criadas na tela do computador. Semelhante tecnologia também foi pensada para as aulas de arquitetura, que vão trabalhar na construção de cidades virtuais. 
Por outro lado, o cinema foi adaptado para lidar com os vídeos do YouTube, assim como a literatura que irá auxiliar na criação de conteúdo para blogueiros.

As oficinas vão passar até o dia 27 de dezembro por cada uma das escolas municipais de ensino fundamental (EMEF) participantes: Mário Quintana, Dolores Alcatraz, Presidente Vargas e Décio Martins Costa.