Tutelar: Uma história de vida, de superação e de empreender com sucesso

Tutelar: Uma história de vida, de superação e de empreender com sucesso

Casal reúne experiência de vida e transforma o conhecimento adquirido em um novo negócio, trazendo soluções personalizadas

Simone Lopes

Cátia Stenert e Claudenir Oliveira criaram um novo negócio e trazem soluções

publicidade

Eles se completam e se comunicam no olhar. Formaram uma linda família e reúnem uma bagagem cultural e de vida impressionante e inspiradora. Moraram em diversas cidades no Brasil, entre elas Cachoeiro de Itapemirim (Espírito Santo), Santa Cruz do Sul, Campinas, Brasília e São Paulo e também no Japão - em Nagoya e Tóquio. A permissão para viver e se abrir para o novo, para o diferente, para a superação concedeu-lhes conhecimentos para a vida e para os negócios. 

O desejo de compreender e solucionar os desafios do cotidiano levaram Claudenir e Cátia Stenert a empreender. Juntos. E com isso nasceu a Tutelar Serviços e Assistência Pessoal. Mas essa história começou lá atrás no campo pessoal. Quando eles namoravam, Claudenir explicou para Cátia que gostaria muito de viajar, ir para outros lugares e conhecer o mundo. E ela disse: para onde você for, eu vou! 

Essa parceria de vida, de amor, de crescimento mútuo e de muita superação rendeu uma linda história de experiências humanas e também contribuiu para a criação do novo empreendimento. Eu explico melhor. 

Cátia nasceu em Novo Hamburgo e Claudenir é natural de Santo Antônio da Patrulha e muito jovem ingressou em uma instituição da área financeira, onde foi conquistando o seu espaço e ainda conseguiu realizar um de seus sonhos que era conhecer muitos lugares do mundo e também trabalhar. E tudo isso foi possível com o apoio e a maestria de sua esposa, Cátia, que sempre cuidou de todas as demandas da casa, dos filhos e das mudanças. 

Aliás, mudanças foram muitas! Em função do trabalho, o casal realizou mais de 14 mudanças! E toda a vez que precisava ir para outra cidade, Cátia organizava tudo para abrigar a família da melhor maneira possível. Ao longo das viagens, a família foi aumentando! Juntos, tiveram três lindos filhos: Pedro Henrique, João Gabriel e Carlos Eduardo. Ao chegar no novo lugar, com tantas novidades, era preciso conhecer os serviços, os estabelecimentos, os espaços recreativos, instituições de ensino, de saúde, enfim... Pensa isso multiplicado..."Ao logo do caminho, eu já sabia que, a cada mudança, eu precisava de aproximadamente quatro semanas para mapear farmácias, mercados, padaria, açougue e reorganizar a rotina. Vale destacar também que, depois de um ano em Nagoya, nossa 12ª mudança, dessa vez para Tóquio, umas das maiores metrópoles do planeta, aprendi que a tecnologia convive com o conservadorismo. Ao mesmo tempo em que vemos grandes painéis digitais, carros autônomos, robôs, convivemos com muitos papéis, carimbos, acumuladores, etc.. o que me fez refletir e pensar que temos que respeitar a cultura e a individualidade de cada um", destaca Cátia. 

Apesar de tantas transformações internas e externas, há um fator incrível: eles estavam e sempre estão com a alma aberta para o novo, para desbravar o que não conheciam ou não conhecem e principalmente encontrar as soluções. Tudo isso era e é desenvolvido por Cátia, com o apoio de Claudenir, que também tem grande experiência em gestão. 

Após essas experiências extraordinárias e de volta ao Rio Grande do Sul, Claudenir e Cátia pensaram em compartilhar seus conhecimentos e, juntos, empreender. Assim surgiu a Tutelar Serviços e Assistência Pessoal, que oferece serviços de organização (pessoal, do lar, de passeios), organização de residências (personal organizer), de viagens, de eventos, acompanhamento de pessoas, segurança na prestação de serviços, serviços personalizados (concierge e revenda de produto), acompanhamento em compromissos (compras, passeios, almoços, escola, consultas), entre outros. 

"Compreendi que, na minha profissão, não podemos simplesmente descartar tudo em nome de um cômodo bem organizado, mas devemos respeitar a história de cada pessoa e de seus objetos e tudo deve ser feito de acordo com a sua vontade, considerando todos os aspectos. Vivendo, no Japão, me encantou o respeito e a condição de vida dada aos idosos e isso me fez, após 6 anos de convivência, retornando ao Brasil (13ª Mudança), buscar uma qualificação como cuidadora de idosos (Senac São Leopoldo – 2019), não somente para cuidar, mas para saber das suas necessidades e como me comportar quando tiver a honra de acompanhá-los ou estar por eles acompanhada", observa Cátia, que além da capacitação como cuidadora, também tem cursos na área de organização pessoal e de ambientes e de turismo. Além da bagagem técnica, o mais extraordinário é a experiência de vida que Claudenir e Cátia compartilham. Vai muito além e, juntos, levam soluções e a possibilidade de uma vida mais leve, organizada e feliz.

Saiba mais em: https://tutelarservicos.com.br/


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895