Melo chama Onyx de governador e amplia crise no MDB

Melo chama Onyx de governador e amplia crise no MDB

Prefeito de Porto Alegre brindou ao ex-ministro em evento às vésperas da convenção

Taline Oppitz

Em fevereiro, Onyx, ainda como ministro do Trabalho, recebeu Melo em Brasília

publicidade

Os que pensavam que o clima não podia ficar ainda mais tenso e mais bélico no MDB gaúcho se enganaram. E ao que tudo indica, ficará ainda pior. Os grupos de WhatsApp do partido estão em combustão. O último de uma sucessão de episódios que têm ampliado o racha entre alas do MDB e deixado o partido em frangalhos teve como pivô o prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, que até aqui tentava se manter de fora do embate.

O caso, que viralizou nos grupos do MDB, ocorreu na quarta-feira à noite, em ato de lançamento de Felipe Pedri como candidato à Câmara. Pedri é ex-secretário Nacional do Audiovisual e ex-secretário de Comunicação Institucional do governo Bolsonaro. Em manifestação, no palco, Melo fez uma série de elogios ao candidato proporcional. O ponto alto, no entanto, foi o final de sua fala. Com um enorme sorriso no rosto, Melo citou o candidato do PL ao Piratini, Onyx Lorenzoni, que estava na plateia. “Quero deixar um abraço ao meu amigo, grande embaixador da cidade de Porto Alegre e governador Onyx Lorenzoni”, disse o prefeito. Os comentários nos grupos do MDB foram marcados por críticas incisivas. Algumas, impublicáveis.

Veja Também

O MDB tem sua convenção marcada para o próximo domingo e é uma das mais aguardadas, inclusive por dirigentes e partidos que esperam o desfecho para tomar decisões. A tendência é a de que a maioria dos cerca de 500 convencionais, após muita discussão, embates e movimentos para evitar o resultado, defina pelo apoio ao pré-candidato Eduardo Leite, do PSDB, que realiza convenção na mesma data e hora. Com isto, Gabriel Souza seria indicado como vice.

Na prática, no entanto, o MDB não fará campanha para Leite, ou pelo menos não a maioria do partido. Um ala cruzará os braços e outro grupo, bolsonarista, entrará de cabeça e sem constrangimentos na campanha de Onyx. 

 


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895