Melo faz movimento para cidades funcionarem de "segunda a segunda”

Melo faz movimento para cidades funcionarem de "segunda a segunda”

Após assumir a Granpal, o prefeito de Porto Alegre quer reduzir restrições

Taline Opptiz

O governador Eduardo Leite e o prefeito Sebastião Melo

publicidade

O governador Eduardo Leite (PSDB) e o presidente da Assembleia, Gabriel Souza (MDB), irão nesta quarta-feira, às 17h, no Paço Municipal para encontro com o prefeito Sebastião Melo (MDB). O gesto é resultado de um primeiro movimento recente, em que Melo foi recebido por Leite no Piratini para tentar alinhar as ações de combate à pandemia.

No encontro, Melo, que tomou posse nesta terça-feira na presidência da Granpal, junto com os demais prefeitos que integram a entidade, elaboraram linhas de documento que foi confeccionado nesta tarde para ser entregue a Leite. O texto defende que as cidades “precisam funcionar de segunda a segunda”.

Entre outros pontos reivindicados estão a extinção de limites de horário de funcionamento para atividades essenciais, a possibilidade de abertura aos finais de semana, do comércio e de restaurantes, até às 22h, a liberação de feiras de artesanatos, de academias e de centros esportivos.

A intenção de Melo é a de que o documento pese na decisão do governo gaúcho nas decisões que serão tomadas no próximo decreto do governo, que passará a vale a partir do dia 10. O atual ficará em vigência até a véspera, no dia 9. No encontro com Leite na última semana, Melo foi convidado a participar do comitê de crise, que define as diretrizes dos decretos estaduais. Após consultar os colegas da Granpal, Melo aceitará ser integrante do grupo.

O emedebista, no entanto, solicitará que um técnico da entidade também tenha assento no comitê. Melo é um dos críticos mais ferrenhos do fechamento de atividades e reclama que os prefeitos não são ouvidos na cogestão.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895