Novo modelo entra em vigor no domingo

Novo modelo entra em vigor no domingo

Segundo Leite, o sistema foi consolidado com as sugestões recebidas pelo governo.

Taline Oppitz

Governador afirmou Rio Grande do Sul foi modelo para país

publicidade

Entra em vigor neste domingo no Rio Grande do Sul o novo modelo de enfrentamento à pandemia, sucedendo o Distanciamento Controlado. A apresentação do chamado sistema “3 As” (Aviso, Alerta e Ação), que acaba com a classificação das regiões por bandeiras, foi feito nesta sexta-feira pelo governador Eduardo Leite (PSDB). 

Em uma tentativa de minimizar críticas sobre a falta de diálogo, foram realizadas reuniões com entidades, classe científica e três encontros virtuais com prefeitos e deputados, o último deles na véspera do anúncio. “Fizemos muitos ajustes e os ataques sofridos pelo Distanciamento nos levou a entender que precisávamos mudar”, disse. 

O novo modelo, mais simples que o anterior, não será embasado em cálculos matemáticos, mas em diálogo. Segundo Leite, o sistema foi consolidado com as sugestões recebidas pelo governo. Prefeitos terão margem consideravelmente mais ampla para tomar decisões, o que eleva também a responsabilidade dos gestores municipais - e da sociedade - sobre os cenários da pandemia daqui para a frente. 

Flexibilizações consideráveis serão colocadas em prática e significarão um desafio a mais. No início de sua manifestação, Leite fez alertas. Ele mencionou a situação do Paraná, que está enfrentando crescimento de casos e tem 93% de ocupação de leitos de UTI/Covid. 

A situação no Rio Grande do Sul também foi destacada. “Observamos no Estado, depois de queda na ocupação de leitos clínicos, uma ampliação, que é um ponto de atenção, mas ainda é cedo para dizer que entraremos novamente em curvas de crescimento”, disse. 

As regiões de Santo Ângelo, Ijuí e Cachoeira do Sul foram citadas pelo governador em função dos dados, e podem ser as primeiras a receberem aviso do governo.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895