"Para que a gente possa salvar a economia de Porto Alegre", diz Melo

"Para que a gente possa salvar a economia de Porto Alegre", diz Melo

Manifestação ocorreu durante anúncio de medidas contra a pandemia na Capital

Mauren Xavier (interina)

Prefeito anunciou novas medidas para o combate à pandemia nesta quinta-feira

publicidade

Em rápida manifestação, pelas redes sociais, o prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo (MDB), anunciou há pouco novas medidas para o combate à pandemia. Ações menos restritivas do que esperavam e recomendavam representantes da área da saúde em função do avanço da pandemia na cidade e no Estado. Ao encerrar, destacou que as pessoas devem se cuidar para que a economia siga viva. "Para que a gente possa salvar a economia de Porto Alegre", disse o prefeito, em duas oportunidades. Infelizmente, faltou lamentar as mortes e salvar vidas. 

A manifestação, que envolveu outras regras, como limitações no transporte público, não deve surpreender. Ao contrário, é coerente com o discurso que ele defendeu durante a eleição e, citou isso, em diversas vezes durante entrevistas recentes. O efeito dessa posição deverá ser vista nos próximos dias. Uma vez que, mesmo com as recentes ações da prefeitura, a situação não ficou menos caótica na Capital. 

Ele defendeu ainda a manutenção da cogestão, que será discutida, logo mais, com o governador Eduardo Leite (PSDB) e representantes da Famurs, em que irá detalhar o panorama da pandemia no Rio Grande do Sul. No encontro, Melo irá sugerir a ampliação do horário de funcionamentos dos supermercados e defender, novamente, a cogestão. 

 Em tempo, Melo afirmou que não descarta medidas mais restritivas. Agora é esperar. 

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895