Quantas mais serão necessárias?

Quantas mais serão necessárias?

Mesmo com avanço da vacinação ainda são necessários os cuidados para conter avanço da Covid-19

Taline Oppitz

publicidade

O final de semana foi marcado pela ampliação da imunização da população gaúcha após o Estado ter recebido, na quinta-feira, o maior lote, até aqui, de vacinas contra a Covid-19, composto por 645.150 doses. No sábado, todas as doses já haviam sido distribuídas para as 18 coordenadorias regionais de Saúde no Interior. Com o reabastecimento dos estoques, diversos municípios atenderam ao apelo da Secretaria Estadual da Saúde e realizaram mutirões para acelerar a vacinação. Em algumas cidades, o Exército ajudou na logística dos drive-thrus e na aplicação das doses.

A secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann, agradeceu o empenho dos gestores municipais, dos coordenadores regionais e dos voluntários pela execução da força-tarefa pela vacinação no feriado de Páscoa. “Vacina boa é vacina no braço, e juntos vamos conseguir superar esse momento difícil. Estou muito sensibilizada pela participação de todos”, disse Arita.

A aplicação das vacinas é de responsabilidade das prefeituras, mas com o reforço nos estoques e o grave cenário da pandemia no Rio Grande do Sul, municípios que não priorizarem a imunização poderão ser notificados. A secretária têm acompanhado de perto os índices de cobertura e de eventuais quedas nos números de imunizados.

O feriado foi marcado por uma sucessão de imagens de pessoas sendo vacinadas em diversas cidades e em outros estados. Representando alento e esperança. Paralelamente, porém, fotos e vídeos de aglomerações e festas, de Porto Alegre a Jurerê Internacional, em Santa Catarina, com muitas pessoas próximas, ignorando a necessidade do distanciamento, e sem máscaras, contrastavam com o esforço para fazer frente à pandemia e salvar vidas.

Na semana passada, o Rio Grande do Sul ultrapassou os 20 mil mortos. No Brasil, já são mais de 330 mil vidas perdidas. Quantas mais serão necessárias para despertar algum tipo de consciência, empatia e responsabilidade com a coletividade


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895