Sistema 3As se mostra mais dinâmico

Sistema 3As se mostra mais dinâmico

Em um movimento para trazer confiança e transparência ao novo sistema, Piratini começará a publicar boletins matinais no Twitter

Taline Oppitz

Os boletins são alimentados diariamente, duas vezes ao dia, às 6h e às 16h

publicidade

O governo gaúcho confirmou três novos alertas segundo o novo sistema de enfrentamento à pandemia no Estado, o chamado “3As”. Estão nesta situação as regiões de Palmeira das Missões, Santa Rosa e Uruguaiana, que agora têm 48 horas, a partir da notificação pelo Executivo, para apresentar e adotar medidas visando conter o avanço da Covid-19. As três regiões haviam recebido aviso da equipe técnica estadual na última terça-feira e apresentaram piora nos cenários. Com isto, agora são oito das 21 regiões em estágio de alerta no Rio Grande do Sul.

De acordo com o novo sistema, caso os indicadores não recuem, o próximo passo é ação, quando o governo estadual entra em campo para definir medidas de restrições nas regiões que não reagirem. Ainda marcado por incertezas sobre sua eficácia, o novo sistema, que entrou em vigor no último domingo, já se mostrou mais dinâmico do que o antecessor Distanciamento Controlado.

A equipe técnica do GT Saúde realiza reuniões às quartas-feiras, mas analisa os dados diariamente e se manifesta sempre que necessário, independentemente da data. Assim, a resposta à piora em quadros da pandemia tende a ser mais rápida. Para garantir uma maior transparência, a partir de desta sexta-feira, o Piratini publicará, em sua conta oficial do Twitter, a atualização diária da manhã. Os boletins são alimentados diariamente, duas vezes ao dia, às 6h e às 16h, quando são inseridos os dados compilados e atualizados.

No boletim regional há informações mais amplas do Rio Grande do Sul como um todo, das macrorregiões e das 21 regiões Covid-19, com o número de casos confirmados, de óbitos, taxa de ocupação de leitos clínicos e de UTI e percentual de população já vacinada por região. 

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895