Pessoas ajudando pessoas
CONTEÚDO PATROCINADO

 

Pessoas ajudando pessoas

Há 30 anos, o Sistema Unicred RS está presente no cooperativismo de crédito, defendendo a economia colaborativa

Dr. Paulo Barcellos, presidente do Sistema Unicredi RS


publicidade

O Dia Internacional do Cooperativismo é comemorado em mais de 100 países. O cooperativismo é muito mais do que um modelo de negócio, é uma fi­losofi­a, que se destaca também em países subdesenvolvidos e desenvolvidos.

O presidente do Sistema Unicred RS, Dr. Paulo Barcellos, lembra que uma em cada sete pessoas no mundo é associada a uma cooperativa. O modelo de negócio foi reconhecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) como uma ferramenta que constrói um mundo melhor. Ele comemora o cenário atual, diante de uma trajetória de três décadas. Barcellos tem projeções positivas para o cooperativismo de crédito. “A pandemia obrigou o mundo a se reinventar, e aqui não foi diferente. Nos reinventamos e vamos crescer ainda mais”. A Unicred está presente em 12 estados brasileiros. No Rio Grande do Sul, são 13 cooperativas e 68 mil associados.

Barcellos entende que os clientes de cooperativas de crédito são mais ­fiéis, devido ao relacionamento estabelecido. Além disso, as cooperativas ofertam taxas de juros inferiores aos do mercado, bem como as tarifas de serviços internos do banco. Os resultados retornam aos associados. O atendimento é personalizado e a tecnologia digital facilita as operações. “98% das nossas operações ocorrem de forma digital. Claro que isso também é reflexo do comportamento das pessoas neste período de pandemia”, revela o presidente. Ele lembra que os associados também percebem benefícios para o desenvolvimento local, já que, no caso da Unicred RS, os recursos fi­cam na região.

Em novembro, um novo projeto deve reinventar os sistemas de pagamento no Brasil. Com base centralizada para o Banco Central, as operações ocorrerão 24 horas por dia, com um custo bem menor que o atual. “Vamos crescer muito, vamos mudar da água para o vinho, todos os players”. O presidente projeta que agências serão menores, focadas para o atendimento específi­co para negócios. Por isso, as unidades de negócio foram planejadas para proporcionar conforto e bem-estar. “Precisamos ganhar confi­ança, e isso se dá através do tempo de gestão e valor ao associado”.

Um projeto interno luta para mostrar que o Rio Grande do Sul é pioneiro no cooperativismo. Um vídeo institucional disponibilizado no canal da Unicred Eleva no YouTube revela que, nos séculos XVII e XVIII, a cultura jesuítico-guarani já apresentava traços de princípios cooperativistas na região das Missões. Os fatos são embasados em pesquisas de estudiosos do tema, como Vergílio Perius, professor e presidente do Sistema Ocergs-Sescoop/RS, Artur Barcelos, professor do curso de Arqueologia da Universidade Federal do Rio Grande, Pedro Ignácio Schmitz, professor e diretor do Instituto Anchietano de Pesquisas da Unisinos, Padre José Odelso Schneider, professor na Unisinos, Claudete Bo, professora e pesquisadora da URI Santo Ângelo, entre outros nomes que cederam seus depoimentos para a obra. “Claro que era uma realidade para a subsistência, e não para o cooperativismo de crédito, mas a origem pode ter sido aqui”

Ações sociais com foco na solidariedade

O Instituto Unicred RS, braço social do Sistema Unicred RS, atua incansavelmente em uma série de ações benemerentes. No início de 2020, por conta da pandemia, mesmo com alguns ajustes em seu cronograma, o sistema não deixou de colocar em prática diversos projetos próprios e reforçar parcerias com outras entidades.

Um dos maiores projetos do Instituto neste ano é o Coopera Contra o Vírus, com o objetivo de receber doações para aquisição de insumos para hospitais e entidades de saúde do Estado. Até o momento, com a união de todo o Sistema Unicred RS e de seus cooperados, arrecadou mais de R$ 380 mil, destinados para mais de 20 hospitais e entidades em diferentes regiões.

O Instituto Unicred RS também desenvolveu uma linha de apoio ao coletivo Brothers in Arms, que trabalha em prol do combate à Covid-19, elaborando diariamente boletins atualizados com as carências e demandas de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) dos hospitais e unidades de saúde de Porto Alegre e do Estado do Rio Grande do Sul. A intenção do Instituto é facilitar as doações de pessoas físicas e empresas diretamente para hospitais.

Já o Projeto Casulo reúne empresas, organizações da sociedade civil, profi­ssionais e voluntários para auxiliar a população de rua durante nosso inverno. A iniciativa tem por finalidade transformar banners em desuso em sacos de dormir impermeáveis para os desabrigados, com produção realizada por costureiras autônomas, mulheres que estão em vulnerabilidade social e que são chefes de famílias. Conheça mais projetos do Instituto no site www.unicred.com.br.