Centro de Oncologia de São Borja é habilitado pelo Ministério da Saúde

Centro de Oncologia de São Borja é habilitado pelo Ministério da Saúde

O Centro de Oncologia do Hospital Ivan Goulart está habilitado para atendimento de pacientes do SUS

COLABORE

Reunião com o prefeito, senador, Famurs, empresários e representantes do HIG

publicidade

O Ministério da Saúde confirma a habilitação do Centro de Oncologia de São Borja, no Hospital Ivan Goulart (HIG), para atendimentos de pacientes oncológicos (tratamento de quimioterapia) assistidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A confirmação veio do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga na tarde da última quarta-feira, dia 20, durante reunião com o presidente da Famurs e prefeito de São Borja, Eduardo Bonotto, o senador Luis Carlos Heinze, o presidente do Hospital Ivan Goulart (HIG), Pedro Rodrigues Machado, o vice-presidente de Relações Institucionais do Hospital Ivan Goulart (HIG), o empresário Celso Rigo e o coordenador-geral da Famurs, Salmo Dias de Oliveira.

O presidente da Famurs e prefeito de São Borja, Eduardo Bonotto, agradeceu o empenho do Ministério da Saúde e dedicou a conquista para população de São Borja. "É o fato mais significativo das últimas décadas de São Borja. É uma luta desde 2015. Idas e vindas para Brasília. Que bom ver que a população que precisa de quimioterapia vai poder contar com o  Centro de Oncologia do Hospital Ivan Goulart (HIG) de São Borja. É um dia histórico. Estamos trazendo dignidade, carinho e respeito por toda a população de São Borja. Estou orgulhoso de ser o prefeito de São Borja e fazer parte desta história em nosso município. Além das lideranças que estiveram presentes aqui em Brasília, também faço questão de agradecer ao deputado estadual Frederico Antunes e a Secretaria Estadual de Saúde, Arita Bergmann, Camara de Vereadores, entidades representativas e a comunidade que foram fundamentais nesta conquista", destaca.

Pacientes que tratam doenças como o câncer e dependem do Sistema Único de Saúde tinham  que ser levados a cidades como Uruguaiana, Santo Ângelo ou Ijuí. Eduardo Bonotto lembra que, em breve, eles poderão ser assistidos diretamente em São Borja, nos acompanhamentos clínicos especializados e tratamentos quimioterápicos. “Estou emocionando com esta conquista para a comunidade. Em breve São Borja e região vai poder ser atendida no nosso município. É qualidade de vida e dignidade para o nosso povo", relatou Bonotto.


publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895