ECB Group define Planejamento Estratégico para ser maior produtor latino de biocombustíveis

ECB Group define Planejamento Estratégico para ser maior produtor latino de biocombustíveis

O planejamento da empresa de Passo Fundo prevê ser a maior produtora de biocombustíveis da América Latina e ainda se tornar Carbono Neutro em 10 anos

COLABORE

Apesar da pandemia, a empresa finalizou 2020 com o melhor resultado econômico da sua série histórica

publicidade

O grupo ECB anunciou o mapa que seguirá para atingir seus objetivos nos próximos 10 anos. Com foco de atuação nas áreas do Agronegócio e de Energia Renovável, o planejamento estratégico estabelece que o grupo vai investir e gerar valor em negócios sustentáveis, com destaque para investimentos em biocombustíveis avançados, com o objetivo de ser o maior produtor de biocombustíveis avançados da América Latina até 2025.

Outra parte importante do planejamento é fomentar negócios que posicionem a organização entre as três maiores produtoras de biocombustíveis do mundo, além de se tornar Carbono neutro até 2030. “Vamos manter um portfólio de investimentos em constante renovação, buscando inovação e avanços tecnológicos com viés das melhores práticas ambientais, sociais e de governança, com o modelo de governança e sustentabilidade ESG”, explica Erasmo Carlos Battistella, fundador e CEO do ECB Group.
A BSBIOS Indústria e Comércio de Biodiesel Sul Brasil S.A., empresa do ECB Group, completou 15 anos de existência em 15 de abril de 2020, em um ano marcado por mudanças na estrutura acionária da companhia. A RP Participações (Subsidiária integral do Grupo ECB), que já era detentora de 50% do controle acionário, adquiriu os outros 50% de participação detidos pela Petrobras Biocombustíveis S/A e assumiu o controle acionário de 100% da BSBIOS em 9 de fevereiro de 2021, após a aprovação do CADE.

Apesar do cenário desafiador imposto pela pandemia, a empresa finalizou o ano de 2020 com o melhor resultado econômico da sua série histórica, com um faturamento de R$ 5,2 bilhões (57,5% superior ao ano anterior) e com a marca de 755.154 m³ no ano de produção de biodiesel. O resultado é decorrência do investimento de 43,75% em ampliação da capacidade produtiva na Unidade de Passo Fundo, seguindo assim mais um ano como a maior produtora de biodiesel do mercado brasileiro.
No começo de março de 2021, a empresa já ampliou a capacidade produtiva na unidade em Passo Fundo (RS) para 468 milhões de litros de biodiesel por ano, ou 1.300 m³ por dia, o que representou um aumento de 13%. Em janeiro, a unidade de Marialva, no Paraná, também já tinha recebido autorização de aumento de capacidade para o mesmo volume. As duas unidades agora podem produzir 936 milhões de litros de biodiesel/ano.
Battistella destacou como fatores fundamentais para o bom desempenho do ano a capacidade de originação de matéria-prima, redução de custos de implementação de tecnologias eficientes, gestão de despesas operacionais e redução da taxa de juros. “O principal ponto, sem dúvida, é a força do trabalho dos profissionais que formam a equipe ECB e BSBIOS”, completou.

Com a consolidação da BSBIOS e o avanço do investimento de US$ 800 milhões no projeto Omega Green para produção de HVO (Óleo Vegetal Hidrotratado, também conhecido como Diesel Renovável), SPK (Querosene Parafínico Sintético, também conhecido como Sustainable Aviation Fuel ou Biojet), e Green Naphtha (usado na indústria química para fazer plástico verde, entre outros produtos), Battistella quer ajudar o mundo na transição energética para fontes de energia mais limpas e ser uma referência global em sustentabilidade para influenciar e desenvolver políticas para combater as mudanças climáticas.


publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895