Orientações para manter a segurança em relação à rede elétrica nas lavouras

Orientações para manter a segurança em relação à rede elétrica nas lavouras

Cooperativa do norte do estado, da região do Alto Jacuí alerta sobre as possíveis ocorrências

COLABORE

É importante observar também, onde estão os postes e condutores e manter a distância segura

publicidade

Todos os meses, o Centro de Operações da  Cooperativa de Energia  e Telecom de Ibirubá, a Coprel,  registra ocorrências envolvendo acidentes com maquinários agrícolas e as redes elétricas. Mas, em épocas de plantio e colheita, quando há intensa movimentação de maquinários em estradas e lavouras, esse número é quatro vezes maior. Por isso, é importante manter toda atenção e cuidado para evitar acidentes com danos materiais e de risco à vida.

De acordo com o engenheiro eletricista e orientador do Centro de Operações da Coprel, Jonas Weiss, os principais acidentes ocorrem pela falta de atenção e cuidado na realização de manobras de maquinários próximos à rede de energia. “Os acidentes mais comuns são: enroscar nos estais dos postes, mais conhecidos como rabichos, colidir diretamente em postes e o rompimento de cabos, às vezes, causados por pulverizadores encostando nos cabos da rede”, explica.     

Na ocorrência de algum acidente, Jonas reforça que é fundamental avisar a Coprel. “Quando ocorre a situação de acidente envolvendo a rede elétrica, a primeira medida é se afastar do local e ligar para a Coprel imediatamente, pois a rede pode estar energizada ou prestes a iniciar um incêndio, por exemplo”. Jonas reforça ainda, que é preciso estar sempre atento, pois a rede elétrica pode estar ligada. Por isso, o recomendado é se afastar, isolar a área e ligar para o DISCOPREL ou para a operadora da sua região. Na Coprel, os números de telefone estão disponíveis 24h por dia, nos 7 dias da semana são: 116, 0800 701 3196, 0800 051 3196 e 0800 116 0116.

Por outro lado, é imprescindível medidas de prevenção para evitar qualquer tipo de acidente. Antes de iniciar o plantio ou a colheita, a orientação é sempre observar como está a condição das redes na lavoura e identificar se existe algum risco, por exemplo, postes inclinados ou cabos baixos. Devido à ação da natureza e das condições climáticas, por exemplo, os ventos fortes podem acabar inclinando um poste ou soltado algum condutor. Fique atento!



Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895