Produtos naturais são aliados para melhora da qualidade de vida

Produtos naturais são aliados para melhora da qualidade de vida

A Mais Viva Pharma disponibiliza produtos fitoterápicos que melhoram níveis de estresse, ansiedade e insônia de forma segura e efetiva

COLABORE

Por ser um produto 100% natural, não possui efeitos colaterais

publicidade

O tratamento de sintomas por meio de plantas naturais já é algo presente na rotina do brasileiro. Afinal, quem nunca tomou um chá de camomila para se acalmar, ou um suco de babosa para ajudar na prisão de ventre? Os fitoterápicos seguem estes princípios, mas de forma mais rigorosa.

Todo fitoterápico utiliza compostos de origem vegetal, isolados, testados e tratados por profissionais da saúde. O resultado desse processo são produtos seguros, com menos efeitos colaterais, custo reduzido e que não geram dependência nos pacientes.

“A fitoterapia é uma prática milenar, cujos efeitos benéficos são comprovados cientificamente, e isso por si só já representa uma grande vantagem para a sua utilização” afirma Luana Lemos Aires, Farmacêutica da Mais Viva Pharma.  Entre os mais diversos produtos fitoterápicos que os consumidores podem encontrar na Mais Viva Pharma, o combo Pinetonina – Linha Completa se destaca.

Este fitoterápico é indicado para quem tem ansiedade, insônia e sintomas de estresse. Sua composição é derivada de óleos essenciais, que possuem propriedades terapêuticas. Contém linalol e o anetol, que interagem diretamente no sistema nervoso central, promovendo relaxamento. O combo inclui um spray nasal, uma embalagem rollon e um spray de ambientes.

Por ser um produto 100% natural, não possui efeitos colaterais. Menores que 18 anos podem administrar conforme prescrição médica. O combo Pinetonina – Linha Completa e outros produtos fitoterápicos podem ser encontrados na página da Mais Viva Pharma. Eles contam com entrega gratuita para Sul e Sudeste em compras acima de R$ 150,00. A Mais Viva Pharma é registrada na Anvisa - nº 537602.


publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895