Projeto de Extensão Cinema e Direitos Humanos da Unijuí exibe o filme “Nosotras también estuvimos”

Projeto de Extensão Cinema e Direitos Humanos da Unijuí exibe o filme “Nosotras también estuvimos”

A sessão foi transmitida pelo Google Meet e reuniu professores, estudantes e comunidade em geral

COLABORE

A sessão contou com a presença do diretor do filme, Federico Strifezzo

publicidade

O projeto de extensão “Cinema e Direitos Humanos” da Unijuí, promoveu nesta quarta-feira, dia 2 de junho, uma sessão com o filme “Nosotras también estuvimos”. A sessão foi transmitida pela plataforma Google Meet.

Com a mediação do professor doutor André Leonardo Copetti Santos, a sessão contou com a presença do diretor do filme, Federico Strifezzo. Graduado em Maestría en Periodismo Documental na Universidad Tres de Febrero, na Argentina, dirigiu os documentários televisivos "C.A.L. El Congreso en Dictadura" (2016), "Viaje a la Patagonia Austral" (2017) e "La batalla de Suipacha" (2018).

O projeto intitulado “Cinema e Direitos Humanos” é vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Direito – Mestrado e Doutorado – em Direitos Humanos (PPGD) da Unijuí e tem organizado sessões de filmes acerca do tema desde 2015. Até o segundo semestre de 2019, o projeto era realizado de modo informal e contava com a participação dos docentes e discentes como mediadores para a concretização dos debates.

Atualmente, o projeto foi formalizado junto ao PPGD da UNIJUÍ como “Projeto de Extensão” e tem como objetivo principal transpor as barreiras da academia: propõe que as discussões sobre o tema dos Direitos Humanos cheguem até a comunidade por meio da linguagem cinematográfica. Notadamente, esta linguagem se constitui como um dos métodos capazes de abordar questões que, muitas vezes, restringem-se à comunidade acadêmica tão somente.

O coordenador do projeto e também coordenador do PPGD, professor doutor Maiquel Wermuth, acredita que através deste Projeto de Extensão seja possível sensibilizar a comunidade do Município de Ijuí sobre temáticas que nem sempre se aproximam do grande público por diversos fatores como questões econômicas e sociais. “Considerando a complexidade do nexo da educação formal com a cultural na contemporaneidade, o cinema aparece como um recurso que dribla as fronteiras da formalidade existente entre a relação de educandos e educadores. Ainda, suscita através do discurso e da linguagem cinematográfica, questões do cotidiano que permeiam direitos humanos e fundamentais”, reforça Maiquel.

O Projeto de Extensão Cinema e Direitos Humanos foi contemplado com recursos oriundos do edital do Concurso Cultural nº 04/2020 – Culturas Diversificadas, do Poder Executivo do Município de Ijuí – Lei de Emergência Cultural.


publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895