Santa Rosa reforça dados sobre tabagismo

Santa Rosa reforça dados sobre tabagismo

Em Santa Rosa, no ano de 2020, foram registrados 122 casos de óbito por câncer, sendo 14 por neoplasia maligna dos brônquios e pulmões

COLABORE

O tabagismo é considerado pela OMS a principal causa de morte evitável no mundo

publicidade

Trinta e um de maio é considerado o Dia Mundial sem Tabaco. Esta data serve para alertar sobre as doenças e mortes evitáveis relacionadas ao tabagismo, uma doença crônica, causada pela dependência à nicotina presente nos produtos à base de tabaco. O tema deste ano lançado pela OMS – Organização Mundial da Saúde, enfatiza o “Compromisso de parar de fumar durante a COVID- 19”, chamando a atenção para a decisão de milhares de tabagistas, que devido à pandemia, decidiram querer largar o cigarro.

Como em outras infecções virais, fumantes com COVID-19 estão mais propensos a ter complicações, quadros mais graves e maior taxa de mortalidade. Outro aspecto negativo desta relação cigarro e Coronavírus, diz respeito à contaminação, pois, o fumante toca com maior frequência os lábios e para fumar é preciso retirar a máscara.

O tabagismo é considerado pela OMS a principal causa de morte evitável no mundo. Estima-se que 02 bilhões de pessoas sejam fumantes. No Brasil, 20 milhões de pessoas fazem uso de tabaco, cerca de 08 milhões de pessoas morrem por ano e mais de 07 milhões dessas mortes resultam do uso direto do tabaco, enquanto cerca de 1,2 milhões é o resultado de não-fumantes expostos ao fumo passivo.

Em Santa Rosa, no ano de 2020, foram registrados 122 casos de óbito por câncer, sendo 14 por neoplasia maligna dos brônquios e pulmões. Dados parciais de 2021 apontam 44 mortes por neoplasia maligna, sendo 07 mortes por neoplasia maligna dos brônquios e pulmões (VISA/FUMSSAR, 2021). O presidente da Fundação Municipal de Saúde de Santa Rosa, Délcio Stefan, destaca o papel do município nesta força-tarefa, “Nosso objetivo é trabalhar cada dia mais, a conscientização dos dependentes de nicotina, para que busquem ajuda e deixem este mau hábito de lado, tendo assim uma vida mais saudável”.

A dependência de nicotina faz com que essas pessoas estejam expostas a substâncias tóxicas da fumaça do tabaco (fumantes ativos e passivos) ficando vulneráveis a desenvolverem doenças graves, do tipo: cardiovasculares, pulmonares obstrutivas crônicas, câncer e muitas outras. O fumo passivo consiste na inalação da fumaça do tabaco, que possui 4720 diferentes substâncias tóxicas, sendo 40 comprovadamente cancerígenas. A fumaça possui 03 vezes mais nicotina, monóxido de carbono e até 50 vezes mais substâncias cancerígenas do que aquela que o fumante ativo inala.

O tratamento de combate e prevenção ao tabagismo está vinculado ao SUS. O tabagista que deseja parar de fumar deve procurar a Unidade Básica de Saúde mais próxima e/ou o CAPS AD - Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas para receber o tratamento adequado. A Assistente Social e Coordenadora do CAPS AD – Movimento, Márcia Dineia Quinsani explica como funciona esse tratamento, “O paciente chega no CAPS AD e é avaliado por uma equipe multiprofissional que verifica qual o procedimento mais indicado para cada usuário. Esse tratamento envolve uma abordagem cognitiva comportamental e se necessário o uso de medicamentos, que são: adesivos transdérmicos e bupropiona”.

Nos anos de 2020 e 2021 não foi possível a formação de grupos de tratamento contra o tabagismo, por conta do distanciamento social, mas foi disponibilizado o tratamento em duplas ou individual obtendo da mesma forma um resultado satisfatório. A dona de casa Clair Aparecida Mix Schmitt, hoje ex-fumante, realizou o tratamento no CAPS AD – Movimento e conta como foi sua experiência, “Eu tentei várias e várias vezes parar de fumar, mas não conseguia porque era muito difícil. Foi aí que eu procurei ajuda no CAPS AD, onde fui muito bem acolhida e comecei a fazer o tratamento com muita força de vontade e com a ajuda da medicação e adesivos. Com o passar do tempo, consegui largar o cigarro que me fazia tão mal. Foi uma coisa muito boa que me aconteceu. Agradeço muito por tudo, estou muito feliz e gostaria, através do meu depoimento, incentivar mais pessoas a fazerem o mesmo”.

O CAPS AD – Movimento atende todo o munícipio de Santa Rosa e todas as faixas etárias. O horário de atendimento é das 08h00 às 18h00 sem fechar ao meio-dia de segunda a sexta-feira. O Centro fica localizado na Av. Flores da Cunha, 1321, Cruzeiro, Santa Rosa e o telefone para contato é o (55) 3513-5158.


publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895