Santa Rosa terá Centro Macrorregional de Referência em Autismo

Santa Rosa terá Centro Macrorregional de Referência em Autismo

Com o Centro Macrorregional de Referência em Transtorno do Espectro do Autismo (TEA), vai ser possível oferecer retaguarda assistencial e suporte técnico-pedagógico às equipes dos municípios da macrorregião de saúde

COLABORE

A solenidade oficial foi realizada nesta segunda-feira no Palácio Piratini

publicidade

Santa Rosa foi contemplada com um Centro Macrorregional de Referência em Transtorno do Espectro do Autismo (TEA). A Fundação Municipal de Saúde de Santa Rosa teve a aprovação no processo de seleção do Programa Estadual TEAcolhe, que incentiva a integração e a expansão das práticas e atividades em rede. A solenidade oficial foi realizada nesta segunda-feira no Palácio Piratini. O Presidente da FUMSSAR Délcio Stefan participou do ato. A conquista foi possível graças ao empenho e dedicação da Fundação e das Secretarias de Gestão, Educação e Desenvolvimento Social que trabalharam muito para realização do projeto que teve aprovação do estado. Com um processo bem criterioso, de todas propostas encaminhadas, apenas Santa Rosa, Pelotas e Cachoeira do Sul foram contempladas.

Com o Centro Macrorregional de Referência em Transtorno do Espectro do Autismo (TEA), vai ser possível oferecer retaguarda assistencial e suporte técnico-pedagógico às equipes dos municípios da macrorregião de saúde. O trabalho será realizado por meio de matriciamento, nas áreas de saúde, educação e assistência social. Essa conquista, segundo o presidente da Fundação, Délcio Stefan, ratifica o trabalho desenvolvido até aqui, “Estamos imensamente felizes com essa conquista pois estamos sempre buscando o melhor para os nossos usuários e famílias e aperfeiçoando nossos serviços para mais municípios da nossa macrorregião".

O Centro Macrorregional de Referência em TEA desenvolverá um trabalho de matriciamento, que contará com uma equipe multiprofissional composta por: médico neurologista, psicóloga e psicopedagoga. Esses profissionais irão desenvolver ações de encaminhamento, estruturação e formações não somente para Santa Rosa, mas para os demais municípios pertencentes à macrorregião. O acolhimento, os encaminhamentos e a troca de informações dentro dessa rede, possibilitará às famílias, melhor qualidade e agilidade no atendimento.

O matriciamento é baseado na metodologia de gestão e trabalho, que busca ampliar os atendimentos e as ações por meio da articulação e do compartilhamento de saberes, práticas e aperfeiçoamento da equipe matriciadora. Essa organização visa mapear as necessidades locais, regionais e macrorregionais, incentivar a criação de referências em autismo nos municípios e nos serviços da macrorregião e, também, fortalecer redes locais existentes. O Prefeito Anderson Mantei destaca a importância de todo esse trabalho e também que essa foi uma promessa de campanha, “Este é um dos itens destacados no nosso plano de governo e que agora se torna realidade no nosso município. Nos sentimos muito orgulhosos por essa importante conquista que vai qualificar ainda mais o atendimento para os autistas, dentro do nosso processo de inclusão”.

Neste primeiro momento o novo Centro será junto ao CEREST Fronteira Noroeste, a Farmácia Municipal e ao Centro de Práticas Integrativas e Complementares. Em médio prazo, realocado para um local definitivo. O Centro vem consolidar Santa Rosa como exemplo de qualificação no atendimento, agora com maior abrangência e ampliação dos serviços prestados. Esta nova etapa vem agregar na trajetória de trabalho em TEA que já vinha sendo realizada pelo CER II - Centro Especializado em Reabilitação Auditiva e Intelectual. O CER II, na modalidade intelectual, divide a demanda de atendimentos com a APAE, atendendo Santa Rosa e mais 04 municípios da região. A partir de agora, a experiência de Santa Rosa se torna referência para outros 79 municípios pertencentes da Macrorregião de Saúde Missioneira que está localizada no noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, com uma população de 886.927 habitantes (TCU 2018). A macrorregião está dividida em quatro Coordenadorias Regionais de Saúde (9ª, 12ª, 14ª e 17ª CRS) e também dividida em quatro Regiões de Saúde que são: R 11 - Sete Povos das Missões (12ª CRS – Santo Ângelo); R 12 - Portal das Missões (9ª CRS – Cruz Alta); R 13 – Diversidade (17ª CRS - Ijuí) e R 14 - Fronteira Noroeste (14ª CRS – Santa Rosa).


publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895