Árbitro agredido em jogo da Divisão de Acesso pode passar por cirurgia e deve ficar 90 dias afastado
patrocinado por

Árbitro agredido em jogo da Divisão de Acesso pode passar por cirurgia e deve ficar 90 dias afastado

Rodrigo Crivellaro passou por exames em Santa Maria

Correio do Povo

Rodrigo Crivellaro irá ficar 90 dias afastado das atividades

publicidade

O árbitro Rodrigo Crivellaro Dias da Costa, agredido em partida da Divisão de Acesso na segunda-feira, pode precisar de uma cirurgia. Ele também ficará pelo menos três meses afastado do trabalho.

De acordo com o próprio árbitro, ele realizou uma série de exames em Santa Maria, cidade onde mora, para saber a extensão das lesões. A cirurgia estava definida, mas agora a equipe aguardará uma semana para saber se o procedimento será mesmo necessário. 

Crivellaro teve uma lesão ligamentar na vértebra C6. Assim, terá de utilizar o colete cervical e fazer exames de raio-x semanalmente. Por conta dos movimentos, pode haver deslocamento da vértebra e, com isso, a necessidade da cirurgia. O procedimento, no entanto, é simples. 

Ele também não poderá realizar atividades como dirigir ou outras atividades físicas. Isso impacta no trabalho de Crivellaro, que é personal trainer em Santa Maria. 

Crivellaro foi agredido com um chute na cabeça pelo jogador William Ribeiro, do São Paulo de Rio Grande, no confronto do time da zona Sul do Estado com o Guarani de Venâncio Aires, na segunda-feira. Ele ficou desacordado e precisou ser encaminhado ao hospital, de onde teve alta no dia seguinte.

Já o atleta William Ribeiro foi preso em flagrante pela Brigada Militar e encaminhado ao presídio, onde passou a noite e só foi liberado no dia seguinte. Ele irá responder em liberdade, e pode ser indiciado por tentativa de homicídio. O São Paulo rescindiu o contrato com o jogador.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895