Após confusão de Crivella com decreto, duas partidas de futebol são adiadas
patrocinado por

Após confusão de Crivella com decreto, duas partidas de futebol são adiadas

Duelos entre Vasco e Macaé, em São Januário, e Madureira com Resende, no Conselheiro Galvão, estavam previstos para este domingo

AE

Após sancionar decreto com restrições ao esporte, prefeito do Rio de Janeiro voltou atrás para reagendar partidas do Campeonato Carioca

publicidade

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) anunciou, no fim da noite deste sábado, o adiamento das duas partidas do Campeonato Carioca que estavam marcadas para este domingo. O duelo entre Vasco e Macaé, em São Januário, agora vai ocorrer na quarta-feira, às 21h30min, enquanto o confronto entre Madureira e Resende ficou para o dia seguinte, às 15 horas, em Conselheiro Galvão.

A Ferj, porém, ainda não se pronunciou sobre os jogos de Botafogo e Fluminense, que estavam agendados para a próxima segunda-feira. Todos esses confrontos são válidos pela penúltima rodada da Taça Rio, iniciada na quinta, quando o Flamengo derrotou o Bangu por 3 a 0, no Maracanã, na retomada da competição.

O adiamento dos jogos conclui um dia bem confuso e cheio de indefinições e incertezas no futebol fluminense. Um decreto do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, e o seu posterior recuo criaram uma grande confusão no sábado entre os clubes que disputam o Campeonato Carioca. Após publicar no Diário Oficial que suspendia a disputa de jogos da competição no município até a próxima quinta, ele mudou de ideia horas depois.

Primeiro, a Prefeitura do Rio publicou um decreto informando que a partir da publicação do texto, nesse sábado, os eventos esportivos na capital do Estado estavam proibidos até quinta-feira como medida de prevenção ao novo coronavírus. O veto impactava principalmente duas partidas que estavam marcadas para este domingo: o encontro entre Vasco e Macaé, às 16h, em São Januário, e Madureira e Resende, às 15h30min. Depois, em vídeo divulgado no início da noite, ele avisou que a medida vale somente para os jogos entre Botafogo e Cabofriense e Fluminense e Volta Redonda, marcados para segunda-feira.

A proibição de jogos na capital havia até mesmo levado o Vasco e o Macaé a negociarem uma transferência do jogo de última hora para a cidade do Saquarema. No entanto, com a retificação feita por Crivella, a partida estava mantida para a tarde deste domingo em São Januário, mas sem torcida. Agora, a Ferj remarcou o jogo para quarta-feira.

A proibição de Crivella agrada a Botafogo e Fluminense, que teriam jogo na segunda, mas recusam entrar em campo. Os dois clubes pedem mais tempo para treinar e só querem atuar em partidas oficiais em julho.

Fora a falta de entendimento sobre a data da validade, o decreto prevê que os centros de treinamentos localizados na capital do Estado precisarão passar por inspeção do órgão sanitário municipal antes de ser liberada a realização de atividades. Já os times de outras cidades terão de apresentar até a quinta um relatório sanitário emitido por um órgão competente.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895