Após rescisão com Minas, Maurício Souza posta foto do Super-Homem beijando a Mulher-Maravilha
patrocinado por

Após rescisão com Minas, Maurício Souza posta foto do Super-Homem beijando a Mulher-Maravilha

Atleta também divulgou vídeo dizendo que a culpa foi da "turma da lacração"

Arthur Ruschel

Imagem foi postada no Instagram oficial do atleta

publicidade

Um dia após ter o contrato rescindido com o Minas Tênis Clube por declarações homofóbicas, Maurício Souza voltou a tratar do tema em suas redes sociais. O central postou uma foto do Super-Homem beijando a Mulher-Maravilha com a legenda "Bom dia" – a mesma imagem havia sido utilizada horas antes no perfil do senador Flávio Bolsonaro, filho “01” do presidente Jair Bolsonaro.

A ação fez referência à critica feita pelo jogador após a divulgação da DC Comics sobre a orientação sexual do atual Superman, Joe Kent, que revelou ser bissexual.

Veja Também

Horas depois do novo post, a atleta divulgou um novo vídeo nas redes sociais dizendo que a culpa não foi do clube, mas sim da "turma da lacração fazendo pressão sobre os patrocinadores". Após apenas comunicar o afastamento do atleta, Fiat e Gerdau cobraram uma posição mais forte do Minas perante a situação, que comunicou o fim do contrato com o jogador.

"A culpa é da galera que não aceita mais opinião contrária a deles, qualquer coisa falada que não seja o que eles aprovam você é homofóbico e preconceituoso. A tolerância do outro lado é zero!", escreveu Maurício.

Entenda o caso

Em seu perfil no Instagram, Maurício Souza criticou a revelação envolvendo o atual Superman, Joe Kent, que revelou ser bissexual. O jogador ironizou a informação divulgada pela DC Comics, que publica HQ.

"Ah, é só um desenho, não é nada demais'. Vai nessa que vai ver onde vamos parar", escreveu Maurício Souza, em uma primeira publicação sobre o assunto. Depois, após críticas, voltou ao tema: "Hoje em dia o certo é errado, e o errado é certo... Não se depender de mim. Se tem que escolher um lado, eu fico do lado que eu acho certo! Fico com minhas crenças, valores e ideias".

Diversos atletas rebateram a fala do central. O ponteiro Douglas Souza, uma das principais figuras da Seleção Brasileira de Vôlei nas Olimpíadas de Tóquio, manifestou-se publicamente sobre o caso.

"O famoso não vai dar em nada né. Toda vez a mesma coisa, cansado disso de sempre ter falas criminosas e no máximo que rola é uma “multa” e uma retratação nas redes sociais. Até quando?", escreveu o ponteiro, que é assumidamente homossexual, nas redes sociais. "Todos os dias, todas as horas um dos nossos morrem. E o que temos? Uma retratação...", completou.

Outras figuras como Fabizinha, Sheila, Carol Gattaz e o líbero Maique  também expressaram apoio à causa LGBTQI+.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895