Após vencerem na estreia, Portugal e Bélgica tropeçam nas Eliminatórias da Copa
patrocinado por

Após vencerem na estreia, Portugal e Bélgica tropeçam nas Eliminatórias da Copa

Seleção de Cristiano Ronaldo empatou em 2 a 2 com a Sérvia

AE

Após vencerem na estreia, Portugal e Bélgica tropeçam nas Eliminatórias da Copa

publicidade

Depois de vencerem em suas estreias, as seleções de Portugal e da Bélgica tropeçaram neste sábado pela segunda rodada das Eliminatórias Europeias da Copa do Mundo de 2022, que será realizada no Catar. Ambas jogaram fora de casa e apenas empataram. Os portugueses até saíram na frente contra a Sérvia e abriram 2 a 0, mas permitiram a reação dos anfitriões para o placar final de 2 a 2. Em Praga, os belgas tiveram que correr atrás da igualdade por 1 a 1. 

Pelo Grupo A, em Belgrado, a seleção de Portugal foi logo ao ataque e conseguiu fazer o primeiro gol logo aos 11 minutos de jogo, depois que Bernardo Silva acertou um belo cruzamento na cabeça de Diogo Jota. Aos 36, o mesmo atacante, que atua no Liverpool, anotou o segundo dele após a bola lançada por Cédric Soares. 

A Sérvia ensaiou a reação já no início da segunda etapa. No primeiro minuto, os donos da casa foram ao ataque e o cruzamento de Nemanja Radonjic chegou em Aleksandar Mitrovic, que descontou. Com o gol, o atacante tornou-se o maior artilheiro da história do país. Aos 15 veio o empate. Radonjic acertou mais uma assistência, agora para Filip Kostic marcar. 

No último minuto, Cristiano Ronaldo aproveitou que o goleiro sérvio estava adiantado para finalizar. A defesa da Sérvia conseguiu afastar na linha e o árbitro não marcou o gol. Sem VAR, não houve consulta e o atacante ficou indignado, retirando a sua braçadeira de capitão e jogando no gramado após o final do jogo. 

Pela mesma chave, a Irlanda foi surpreendida por Luxemburgo e perdeu por 1 a 0, em Dublin. Com os resultados deste sábado, Sérvia e Portugal lideram com quatro pontos casa, Luxemburgo vem logo atrás com três e a lanterna é dividida pelos irlandeses e pelo Azerbaijão, ambos sem pontuar até agora. 

LUKAKU SALVA - A Bélgica não conseguiu emplacar duas vitórias consecutivas nas primeiras rodadas das Eliminatórias. A equipe comandado pelo técnico espanhol Roberto Martínez teve que correr atrás do resultado e conseguiu o empate por 1 a 1 graças ao centroavante Romelu Lukaku - os anfitriões haviam saído na frente com um gol de Krmencík no começo do segundo tempo. 

O resultado mantém os dois times empatados na disputa por uma vaga no Mundial do Catar no Grupo E. As duas equipes têm quatro pontos, mas os checos levam vantagem no saldo de gols: quatro contra dois dos belgas. Belarus, que bateu em casa a Estônia por 4 a 2, vem em terceiro com três pontos em um jogo. O primeiro colocado garante um lugar na Copa e o segundo vai para a repescagem continental. 

RECUPERAÇÃO - A Holanda se recuperou da derrota para a Turquia na estreia das Eliminatórias e conseguiu seu primeiro triunfo na competição ao superar a modesta Letônia por 2 a 0, neste sábado, na Johann Cruyff Arena, em Amsterdã, que recebeu cerca de 5 mil torcedores nas arquibancadas. Berghuis e Luuk de Jong anotaram os gols que definiram o resultado. 

A Holanda reagiu após o revés na primeira rodada e soma seus primeiros pontos, mas fica ainda na terceira colocação do grupo G. A Turquia, que também venceu neste sábado e fez 3 a 0 na Noruega, com dois gols de Tufan e um de Soyuncu, lidera a chave com seis pontos e 100% de aproveitamento. 

O vice-líder do grupo é Montenegro, que fez 4 a 1 em Gibraltar, lanterna da chave, ainda sem pontuar. A Letônia, também sem pontos, é a quinta colocada. O primeiro colocado assegura vaga no Mundial do Catar, e o segundo vai para a repescagem continental. 

Em campo, os holandeses dominaram o adversário e construíram a vitória com naturalidade em casa. Os anfitriões tiveram mais posse de bola e, se não tivessem desperdiçado várias oportunidades, poderiam ter vencido por um placar mais elástico - foram 35 finalizações, no total, 13 em direção ao gol. 

Depay teve ótima atuação e levou perigo à defesa da Letônia, mas foi Berghuis que conseguiu balançar as redes com um belo arremate no fim do primeiro tempo. Luuk de Jong, após assistência de Depay, marcou de cabeça aos 25 minutos do segundo tempo para sacramentar a vitória. 

O confronto em Amsterdã foi marcado por um clima diferente do silêncio que se tornou habitual em razão da pandemia do coronavírus. A Johann Cruyff Arena recebeu 5 mil torcedores em suas arquibancadas, em um teste para o retorno gradativo do público aos jogos na Holanda, país que tem lidado bem com a crise sanitária. Os fãs foram testados antes da partida. 

Outros jogos 

Pelo Grupo H, com dois gols de Dzyuba, a Rússia derrotou a Eslovênia por 2 a 1 e se manteve na liderança da chave com seis pontos, à frente justamente dos eslovenos e da seleção da Croácia, que somou seus primeiros pontos no torneio ao superar o Chipre por 1 a 0. Pasalic foi às redes e garantiu o triunfo dos croatas, que ocupam o terceiro lugar. E fechando os jogos deste sábado, Eslováquia e Malta empataram por 2 a 2, em Bratislava.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895