Atletas prometem espetáculo e não temem a chuva na pista de skate da Orla do Guaíba

Atletas prometem espetáculo e não temem a chuva na pista de skate da Orla do Guaíba

Seis dos principais competidores do STU National conversaram com a imprensa e projetaram a competição

Felipe Nabinger

Atletas prometem show no skate ao longo do fim de semana na Orla do Guaíba

publicidade

A chuva atrapalhou a manhã de treinos livres da etapa de Porto Alegre do STU National, na pista da Orla do Guaíba, nesta sexta-feira. Mas nada que tire a empolgação dos atletas envolvidos na competição. Seis dos principais nomes da etapa do circuito nacional falaram com a imprensa sobre a expectativa para o evento. “Estou mais tranquilo com a chuva. A iluminação é excelente e se tiver que adiar dá para entrar noite a dentro. A pista é enorme e mais difícil de secar, mas creio que em menos de uma hora fique tudo pronto para festa”, disse o gaúcho Cezar Gordo, que conhece bem o local. Em caso de chuva, a organização pode adiar os horários das baterias, retomando conforme a situação climática.

Raicca Ventura, vencedora do skate park em Criciúma, na primeira etapa do ano, elogiou a pista com vista para o Guaíba. Uma das principais atletas do street, Gabriela Mazetto ressaltou a preparação visando os Jogos Olímpicos de Paris, em 2024. “Desde quando voltei a andar de skate venho me preparando forte. Meu sonho sempre foi ir para uma Olimpíada. Sigo com esse foco, com apoio da seleção”. Ano passado, ela, que era uma das cotadas para ir a Tóquio, deu à luz a filha Liz, ficando fora da competição. “Dá para curtir o momento do skate e de mãe. Espero que daqui pra frente só fique melhor”, disse.

João Alves Xuxu, gaúcho de Cachoeirinha, promete um espetáculo para quem prestigiar os atletas e dificuldades para quem vai avaliar. “O nível vai ser muito alto e a galera vai dar trabalho para os juízes. Não vai ser fácil não”, afirma. Luiz Francisco, o Luizinho, é um dos poucos que dará esse show tanto na modalidade park quanto na street. “Eu comecei no street e com o tempo fui me adaptando. Andar de skate é a parada que mais amo. Não importa a modalidade”.



Raicca Ventura, Cezar Gordo, João Alves Xuxu, Gabriela Mazetto, Luizinho e Vini Sardi. Foto: Guilherme Almeida
 

O destaque nessa etapa é a presente de paraskatistas. Segundo Vini Sardi, competidor e presidente da Associação Brasileira de Paraskate, oito atletas com deficiências estarão na pista. “É uma pista irada, com várias possibilidades. Impressiona pelo tamanho e pelo nível. Estamos trabalhando para fomentar a modalidade e visando as Paralimpíadas de Los Angeles, em 2028. Mostramos para outras pessoas que os deficientes físicos podem praticar esporte em alto nível”, afirma.

“Porto Alegre é minha cidade. Receber uma etapa do STU National é uma satisfação enorme. Há anos, era impossível imaginar um evento de skate desse tamanho, não só aqui, mas no Brasil”, garante Cezar Gordo. As semifinais estão previstas para o sábado, com as finais ao longo do domingo, com a cerimônia de premiação às 19h. O evento tem entrada gratuita.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895