Avaí surpreende Flu e vence a primeira no Brasileirão
capa

Avaí surpreende Flu e vence a primeira no Brasileirão

Apesar do triunfo, equipe catarinense segue na lanterna da competição

Por
AE

Fluminense perdeu em casa para o lanterna do Brasileirão

publicidade

O Avaí enfim conquistou a sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro. De forma surpreendente, derrotou o Fluminense, por 1 a 0, nesta segunda-feira à noite, no Maracanã, no Rio de Janeiro, no encerramento da 17ª rodada. A equipe catarinense não vencia uma partida desde 7 de abril e terminou um jejum de 19 jogos. Assim como ocorreu contra CSA e Goiás, o time carioca dominou, perdeu muitas chances e acabou derrotado.

Apesar do triunfo, o Avaí continua na lanterna, agora com dez pontos. O Fluminense prossegue em 18º lugar, com apenas 12 pontos. Entre os pouco mais de 16 mil presentes ao Maracanã esteve Jorge Jesus, técnico do Flamengo, adversário do Avaí, no sábado, às 17 horas, na Ressacada.

Oswaldo de Oliveira e Alberto Valentim prometeram e cumpriram, ao colocarem suas equipes no ataque nesta noite. O primeiro tempo mostrou que Fluminense e Avaí podem fazer uma campanha melhor no Brasileiro. As equipes foram ofensivas e o placar sem gols não representou os 45 minutos muito bem jogados.

O Fluminense teve em Allan um "motorzinho" no meio-campo, Nenê foi o responsável pelas jogadas, que teve como foco a velocidade de Wellington Nem. Na conclusão, João Pedro teve um duelo particular com Vladimir. Em pelo menos quatro momentos, o atacante carioca teve chance de marcar, mas foi bloqueado pela boa atuação do goleiro.

Aos 37 minutos, o instante mais sensacional da partida. João Pedro, Nenê e Ganso tiveram chance de marcar, mas falharam na hora de marcar. Nenê chegou a colocar Vladimir no chão, mas exagerou no preciosismo na hora de finalizar e propiciou a defesa do goleiro. Foram 14 finalizações da equipe carioca, contra apenas duas dos catarinenses.

Do lado do Avaí, além da atuação destacada de Vladimir, o time teve bons momentos armados pela força física do lateral-direito Iury, pela qualidade técnica de Caio Paulista e pela dedicação de Lourenço.

O segundo tempo começou com a mesma intensidade do primeiro. E o confronto João Pedro e Vladimir teve outros capítulos. A pressão do Fluminense era muito grande. Aos 17, Yony González perdeu grande chance. Aos 25, mais uma vez.

De tanto desperdiçar oportunidades, o Fluminense sofreu o castigo. Com a ajuda do VAR, o árbitro marcou pênalti de Caio em Iury. João Paulo bateu com categoria e abriu o placar, aos 41 minutos.

Os instantes finais foram de total desespero do Fluminense, que foi vaiado pela torcida. Sobrou até para o técnico Oswaldo de Oliveira em seu segundo jogo no comando do time das Laranjeiras. O resultado foi um presente para a equipe de Santa Catarina, que completou 96 anos no domingo.