Bahia demite Mano Menezes após derrota para o Flamengo e episódio de racismo
patrocinado por

Bahia demite Mano Menezes após derrota para o Flamengo e episódio de racismo

Meio-campista Gerson, da equipe carioca, relatou ofensa racista de Ramírez e "falta de respeito" do treinador adversário

Correio do Povo

Treinador foi demitido logo após a partida

publicidade

O Bahia comunicou a demissão do técnico Mano Menezes após a derrota para o Flamengo por 4 a 3, neste domingo, no Maracanã, pelo Brasileirão. A diretoria também disse que está apurando o ocorrido e prometeu se manifestar em breve sobre a acusação do meio-campista Gerson, que relatou ofensa racista do meia Ramírez durante o confronto.

"Quero falar uma coisa: tenho muitos jogos como profissional e nunca vim falar nada na imprensa porque nunca sofri esse preconceito. Quando tomamos um gol, o Bruno Henrique ia chutar uma bola, o Ramirez reclamou e fui falar com ele, que disse: "Cala a boca, negro", disse o jogador do Flamengo depois da partida.

O atleta também lamentou a posição do técnico adversário, Mano Menezes, que aparece em imagens relacionando a indignação do jogador como "malandragem" pelo jogo ter ficado "complicado". "O Mano precisa aprender a respeitar as pessoas", desabafou.

Gerson recebeu o apoio da diretoria flamenguista, do técnico Rogério Ceni e de diversos clubes da série A, que foram as redes sociais para repudiar o episódio. 

Treinador se manifestou nas redes sociais e "repudiou" racismo

A assessoria do técnico Mano Menezes foi as redes sociais para dar a versão do comandante sobre o episódio envolvendo Gerson e Ramirez. O treinador reiterou apoio ao combate ao racismo e disse que violência contra quem comete não é a solução.

Segundo ele, o futebol deve ser sempre uma referência positiva na sociedade. 

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895