Barcelona e Real Madrid realizam testes de detecção de coronavírus
capa

Barcelona e Real Madrid realizam testes de detecção de coronavírus

Antoine Griezmann chegou mascarado e o capitão Lionel Messi sem a proteção facial

Por
AFP

Messi chegou ao CT do Barcelona com máscara e luvas cirúrgicas


publicidade

Os jogadores de Real Madrid e Barcelona, assim como outras equipes do Campeonato Espanhol, começaram nesta quarta-feira a ser submetidos a testes de detecção do coronavírus, um importante passo para a retomada do futebol na Espanha. Equipados de máscaras, como o atacante francês Antoine Griezmann e o capitão Lionel Messi, os jogadores do Barcelona foram chegando um a um pela manhã ao centro de treinamento do clube na capital catalã.

Assim como os rivais, atletas do Real Madrid como o francês Karim Benzema ou o belga Eden Hazard estiveram cedo na cidade esportiva merengue, nos arredores da capital espanhola, para a realização de exames médicos. Estes testes de coronavírus, cujos resultados são anunciados em 48 horas, são o passo prévio estipulado no protocolo sanitário para possibilitar a volta aos treinos.

"Foi um período muito diferente para nós, nunca ficamos tanto tempo sem contato com a bola e temos muita vontade de começar a jogar e que tudo recomece", afirmou o meia do Atlético de Madrid Marcos Llorente, em vídeo publicado nas redes sociais do clube.

Os jogadores do Atlético, assim como o técnico Diego Simeone, também realizaram testes de detecção do coronavírus nesta quarta-feira para voltar a treinar em 48 horas caso os resultados sejam satisfatórios.

“Prontos para voltar”

"A cada semana nos mandavam treinos adaptados para cada jogador e acredito que estamos prontos para voltar", completou Llorente. Além de Barça, Atlético e Real Madrid, outras equipes do Campeonato Espanhol, como Sevilla, Celta e Valladolid, também realizaram exames nesta quarta-feira.

Nesta primeira fase, seguindo o protocolo sanitário da LaLiga, entidade que rege o Campeonato Espanhol, os treinos serão individuais com, no máximo, seis jogadores por campo de jogo. Os jogadores receberão digitalmente na véspera seus exercícios e o horário em que terão que comparecer ao centro de treinamento.

Os atletas terão que ir aos treinos de carro e já vestidos com o uniforme de treino. Enquanto não estiverem treinando, serão obrigados a usar máscara e luvas. Após a sessão de treinos, receberão uma bolsa com a roupa do dia seguinte. Depois desta primeira fase, a LaLiga prevê adotar um treinamento em pequenos grupos, antes de autorizar coletivos com toda a equipe.

"A saúde é primordial, por isso temos um protocolo integral para proteger a saúde de todos os envolvidos", afirmou na segunda-feira o presidente da LaLiga, Javier Tebas, completando que "esperamos começar a jogar novamente em junho e terminar nossa temporada 2019-2020 neste verão (junho-setembro)".

Os clubes espanhóis puderam retomar suas atividades após o governo do país relaxar as medidas de confinamento, colocadas em prática para combater o avanço da pandemia do coronavírus.


A Espanha é um dos países mais atingidos pela doença, com 25.857 mortes e 220.325 infectados desde o início da epidemia, de acordo como o último balanço publicado nesta quarta-feira.