Bayern vence Mainz e se isola ainda mais na liderança com tropeço do Dortmund
patrocinado por

Bayern vence Mainz e se isola ainda mais na liderança com tropeço do Dortmund

Título simbólico de campeão de outono parece definitivamente nas mãos do "Rekordmeister"

AFP

Confronto ocorreu pela 15ª rodada do campeonato alemão

publicidade

O Bayern de Munique aumentou sua vantagem na liderança da Bundesliga para seis pontos neste sábado ao derrotar o Mainz (8º) em casa de virada por 2 a 1, enquanto seu principal concorrente, o Borussia Dortmund (2º), não passou de um empate no clássico do Ruhr com o Bochum (10º), pela 15ª rodada do campeonato alemão.

A duas rodadas do fim do primeiro turno, o título simbólico de campeão de outono parece definitivamente nas mãos do 'Rekordmeister' graças a um saldo de gols de +31 contra +13 do Dortmund. O Bayer Leverkusen, que joga em Frankfurt no domingo, está em terceiro, dez pontos atrás do gigante bávaro.

O atacante austríaco Karim Onisiwo abriu o placar para os visitantes aos 22 minutos. O francês Kingsley Coman deixou tudo igual com assistência de seu compatriota Corentin Tolisso (53) e Jamal Musiala garantiu os três pontos no Allianz após um passe de outro francês, Benjamin Pavard (74).

Veja Também

"Nós complicamos para nós mesmos. Você sempre tem jogos como este, é apenas humano", admitiu Thomas Mueller após a partida.

Assim como o Bayern, o Borussia Dortmund sofreu o primeiro gol do jogo em Bochum (Sebastian Polter de pênalti), mas só conseguiu o empate por meio de Julian Brandt nos minutos finais (85). O técnico do Dortmund, Marco Rose, suspenso após um cartão vermelho no sábado passado contra o Bayern, teve que assistir das tribunas enquanto Jude Bellingham e o atacante Erling Haaland desperdiçavam oportunidades.

"Não é apenas má sorte, você também tem que querer", disse Brandt. "Tivemos chances suficientes de vencer e não as usamos", lamentou ele.

Leipzig vence com técnico novo

O Leipzig jogou pela primeira vez desde a chegada do novo treinador Domenico Tedesco, que sucedeu Jesse Marsch, demitido. Diante do Borussia Mönchengladbach, o time venceu por 4 a 1, mas poderia tranquilamente ter marcado mais gols.

Uma das chances inacreditáveis perdidas veio com Andre Silva. Ele recebeu sozinho a 16 metros do gol vazio, sem pressão do adversário, levantou demais a bola e mandou no travessão. O Leipzig está de volta à sétima posição, a 16 pontos do Bayern. Já o Mönchengladbach vive uma crise, com 12 gols sofridos nos últimos três jogos e o técnico Adi Hütter está na corda-bamba.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895