Brusque e Sampaio Corrêa empatam e ficam no meio da tabela da Série B

Brusque e Sampaio Corrêa empatam e ficam no meio da tabela da Série B

Resultado de 1 a 1 foi mantido com direito a gol anulado pelo VAR na reta final do segundo tempo

AE

publicidade

Com gol anulado pelo VAR na reta final do segundo tempo, Brusque e Sampaio Corrêa empataram na noite desta quinta-feira, por 1 a 1, no estádio Augusto Bauer, em Brusque, pela 22ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Alex Sandro e Ygor Catatau marcaram os gols da partida.

O resultado acabou não sendo bom para nenhum dos times, que figuram na parte intermediária da classificação. O Brusque é o 11º colocado, com 27 pontos. Enquanto o Sampaio Corrêa aparece em nono, com 28.

A partida foi bastante equilibrada e teve polêmica com o VAR na reta final do segundo tempo, quando Patrick marcou o segundo gol do Brusque. O lance foi bastante ajustado e anulado pela arbitragem, gerando muita revolta do time catarinense.

O primeiro tempo foi marcado pelos erros de passes e a falta de criatividade dos times. Ainda assim, o Brusque teve ligeira superioridade no ataque, enquanto o Sampaio Corrêa pecou nas finalizações e acabou ficando em desvantagem antes do intervalo.

Aos 34 minutos, após escanteio da esquerda, o volante Ferreira, do Sampaio Corrêa, bloqueou finalização com o braço dentro da área. O lance foi revisado pelo VAR e a arbitragem confirmou a penalidade. Aos 38, Alex Sandro cobrou e deslocou o goleiro para colocar o Brusque em vantagem.

No segundo tempo, o Sampaio Corrêa precisou de apenas três minutos para empatar a partida. Após cruzamento da direita, Ygor Catatau subiu mais alto que a marcação e cabeceou no canto do goleiro Jordan, que ainda tentou se esticar para evitar o gol, mas sem sucesso.

O empate deixou a partida bastante intensa e com faltas duras, o que gerou um clima pesado entre os jogadores e muitos cartões amarelos. Pouco tempo depois, as chances voltaram a aparecer e a partida ficou mais interessante.

Aos 21, Gabriel Poveda arriscou de longe e Jordan fez defesa em dois tempos, salvando o Brusque. O time da casa respondeu aos 31 minutos, após Éverton Alemão dominar na área e deixar para Paulo Baya, que perdeu o tempo da bola para finalizar para a meta defendida por Gabriel Batista.

No final da partida, aos 33, o Brusque chegou a marcar o segundo gol em finalização de Patrick, contudo, o lance foi revisado pelo VAR e anulado pela arbitragem, num lance muito ajustado e que frustrou o time da casa de sair com os três pontos.

O Brusque volta a campo na próxima terça-feira para enfrentar o CSA, às 20h30, no estádio Rei Pelé, em Maceió. No mesmo dia, o Sampaio Corrêa receberá o Bahia, às 21h30, no estádio Castelão, em São Luís.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895