Catar promete Copa do Mundo "acessível" economicamente para os torcedores
capa

Catar promete Copa do Mundo "acessível" economicamente para os torcedores

Comitê organizador teme que recessão após pandemia impeça viagens e turismo

Por
AFP

A cidade de Doha ficou com as ruas vazias devido a pandemia de coronavírus

publicidade

A Copa do Mundo de 2022 no Catar será "acessível" economicamente para os fãs, prometeu o presidente do comitê organizador nesta quarta-feira, temendo que uma recessão após a pandemia de coronavírus impeça os torcedores de fazerem a viagem.

"Sempre dissemos, desde o primeiro dia, que será uma competição acessível. Queremos que todos aqueles que desejarem possam vir à Copa do Mundo", disse Hassan Al-Thawadi. "Demonstramos durante o Mundial de Clubes (2019), ao receber torcedores de todos os clubes participantes, que a viagem foi acessível do ponto de vista de voos e acomodações", acrescentou ele em uma videoconferência.

Os temores decorrem de uma recessão global provocada pela atual pandemia, que pode levar os fãs a desistirem de seus projetos de viajar para a Copa do Mundo no outono (do hemisfério norte) de 2022. "Estamos entrando em recessão, não há dúvidas sobre as preocupações sobre a economia mundial e a capacidade dos fãs de pagar pela viagem", continuou Hassan Al-Thawadi. "O problema que temos hoje é saber como será a recuperação", acrescentou.