Cavani diz que Ander Herrera o ajudou a optar pelo Manchester United

Cavani diz que Ander Herrera o ajudou a optar pelo Manchester United

Atacante uruguaio chegou em acordo para jogar a Premiere League um dia antes de a janela de transferências internacional fechar

AFP

Edinson Cavani assinou contrato com o Manchester United

publicidade

O uruguaio Edinson Cavani revelou uma conversa de última hora com o ex-meia do Manchester United Ander Herrera, que o ajudou a convencê-lo a jogar pelo time inglês. O atacante encerrou as especulações sobre seu futuro ao assinar com o United no último dia da janela de transferências do futebol europeu, após ser dispensado do Paris Saint-Germain.

O jogador de 33 anos foi procurado por vários clubes como Atlético de Madrid, Benfica, Leeds, Atlético-MG e Grêmio antes de assinar com a equipe da cidade de Manchester. Cavani revelou que a conversa com o meia espanhol, com quem se encontrou em Paris, foi fundamental para a sua decisão final.

"Sim, conversei muito com Ander (Herrera), também com outros companheiros de equipe, como Ángel di María", declarou Cavani no site do clube da Inglaterra. "Eu estava chegando no último minuto e liguei para Ander para ter uma conversa. Tenho muita admiração por Ander, pelo tipo de pessoa que ele é e senti que suas palavras iriam me ajudar, me contando um pouco sobre como é o United", destacou. "E sim, é verdade que depois de terminarmos de falar com Ander chegamos a um acordo com o clube", acrescentou.

Veja Também

Cavani marcou 341 gols em 556 jogos ao longo de sua carreira e está animado com a oportunidade de provar seu valor na Premier League (Liga Inglesa). Depois de assinar por um ano com a equipe liderada por Ole Gunnar Solskjaer, o uruguaio vai vestir a camisa número 7 usada anteriormente por lendas do clube como George Best, Eric Cantona, David Beckham e Cristiano Ronaldo. "Fiquei muito atraído pela chance de jogar no futebol inglês e ainda mais no Manchester United porque sinto que ainda tenho uma grande vontade de competir, trabalhar duro e fazer o meu melhor", destacou o uruguaio.

Cavani, que marcou 50 gols em 116 partidas pela seleção uruguaia, foi dispensado pelo PSG no final de junho. Sua estreia pelo United pode ser adiada pelas medidas de prevenção ao coronavírus.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895