CBF descarta suspender jogos de clubes com ao menos 13 jogadores disponíveis
patrocinado por

CBF descarta suspender jogos de clubes com ao menos 13 jogadores disponíveis

Diretriz Técnica prevê realização das partidas em outros locais se estados ou municípios dos mandantes vetarem

Correio do Povo

CBF divulgou o guia de Diretriz Técnica Operacional para as suas competições em 2021

publicidade

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou nesta sexta-feira um guia com a Diretriz Técnica Operacional das competições organizadas pela entidade em 2021. Entre os temas detalhados no documento estão: o que permite a realização dos jogos desde que os clubes tenha ao menos 13 jogadores inscritos com testes negativados de Covid-19 e o que versa sobre o local das partidas no caso de proibição dos governos estaduais ou municipais.

“As partidas seguirão sua programação normal caso os clubes tenham no plantel de inscritos para a competição ao menos 13 (treze) atletas com exames negativados para a COVID19. Os clubes deverão inscrever uma quantidade mínima de 23 atletas antes da primeira rodada da competição”, diz o documento.

Ficará sobre responsabilidade da Diretoria de Competições escolher o local para as partidas caso os governos estaduais ou municipais impeçam a realização de competições em seus limites. Se for o caso do Estado, o jogo será realizado em outra unidade da federação. Se for municipal, a partida pode ser disputada em outra cidade do Estado.

CBF não projeta retorno do público às arquibancadas

O guia foi feito levando em consideração que a temporada 2021 do futebol seguirá sem público. Qualquer alteração nesse quadro será devidamente comunicada e este documento será ajustado pela CBF. O documento versa ainda sobre todos os aspectos que envolvem uma partida de futebol, como deve ser o trajeto das delegações, o uso de máscara por cada integrante das delegações, os números de pessoas permitidas nos grupos das agremiações e etc. Confira o documento divulgado pela CBF.

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895