Ceni e Flamengo precisam "desencantar" diante do São Paulo para conquistar o bicampeonato
patrocinado por

Ceni e Flamengo precisam "desencantar" diante do São Paulo para conquistar o bicampeonato

Tricolor paulista precisa da vitória para ir à fase de grupos da Libertadores

Correio do Povo e AE

Flamengo precisa da vitória para conquistar o bicampeonato do Campeonato Brasileiro e São Paulo para ir direto para a fase de grupos da Libertadores

publicidade

O Flamengo depende apenas de suas forças nesta quinta-feira, às 21h30, para conquistar o bicampeonato do Brasileirão após uma disputa de altos e baixos. Conduzir o time à vitória no Morumbi, diante do São Paulo, significará a Rogério Ceni festejar sua maior conquista na precoce carreira de treinador. Já o Tricolor paulista precisa da vitória para garantir vaga para a fase de grupos da Libertadores.

Para isso conquistar o maior título da carreira, Ceni terá de ganhar pela primeira vez do ex-clube, no qual fez história por mais de 20 anos. O time carioca também não sai vencedor no Morumbi há quase 10 anos.Ele parece "empacar" quando tem o São Paulo pela frente. De 2019 para cá, desde que foi demitido do clube e assumiu o Fortaleza, ele encarou seu "time do coração" em sete ocasiões e jamais ganhou.

Com a equipe cearense ele perdeu as três primeiras e depois somou dois empates na Copa do Brasil. Caiu nos pênaltis. Com o Flamengo, disputou duas partidas, pela mesma Copa do Brasil, e saiu derrotado em ambas. Aposta em findar esse jejum no jogo mais importante do ano.

O Flamengo tem dois pontos de vantagem sobre o Internacional e a vitória garante a taça. Um empate ou mesmo a derrota servem, desde que o Inter não supere o Corinthians. A ordem nos cariocas e não ter de depender de tropeço colorado.

Sem ganhar no Morumbi desde 2011, o Flamengo e Rogério Ceni apostam tudo na boa fase de Gabriel para também acabar com essa marca negativa. Foram quatro empates e três derrotas no período. O atacante fez a diferença nas últimas rodadas e colocou o time na liderança.

Acompanhe Inter e Corinthians no Correio do Povo

Diante do São Paulo, no Morumbi, ele já anotou três vezes. No Brasileirão, o goleador deixou sua marca nas últimas seis rodadas, além de distribuir duas assistências. Apesar de andar se "estranhando" com o técnico após algumas substituições, ele é "o cara" do título para Ceni.

O treinador deve ter a volta de William Arão à defesa. O jogador foi ausência diante do Inter por causa de corte no dedo do pé. Os demais titulares que participaram da "decisão" diante do Inter estão confirmados.

São Paulo mira a fase de grupos da Libertadores

O São Paulo vai atuar sob pressão diante do Flamengo, nesta quinta-feira, em jogo que pode definir o título do Brasileirão. Depois de liderar a competição por 14 rodadas, os paulistas perderam o fôlego, caíram na tabela e necessitam de um resultado positivo, às 21h30, no Morumbi, para evitar o vexame de não ir direto à fase de grupos da Copa Libertadores. Com dois pontos a mais que o Fluminense, a obrigação é de não perder a quarta colocação.

A vaga podia ter sido confirmada na rodada passada, em visita ao lanterna e rebaixado Botafogo. Mas o time foi muito mal, teve Reinaldo expulso no primeiro tempo e acabou amplamente dominado. A derrota por 1 a 0 saiu barato, mas a torcida não perdoou o deslize.

Jogadores foram alvo de muitas críticas e os torcedores são-paulinos não admitem posição abaixo do G4. Marcos Vizzoli, em seu último jogo no comando antes de Hernán Crespo assumir, promete buscar a vaga direta.

Acompanhe RB Bragantino x Grêmio no Correio do Povo

"Podemos estar entre os quatro melhores de uma classificação à Libertadores. Isso vai dar ânimo, vai dar um respiro maior, então passa a ser um outro desafio para esse jogo", afirmou o treinador, confiante na dura missão diante do líder e candidato forte ao título.

O São Paulo defenderá um tabu de sete jogos sem derrota sob seus domínios diante do Flamengo. São quatro vitórias e três empates. Sabe, contudo, que uma igualdade não servirá caso o Fluminense ganhe do Fortaleza. Vale ressaltar que ainda há possibilidade de o G4 se tornar G5 caso o Palmeiras ganhe a Copa do Brasil.

A tarefa do São Paulo, que não quer saber de torcer para um arquirrival, está ainda mais dura pelo fato de Vizzoli não ter o lateral-esquerdo Reinaldo, suspenso após expulsão no Engenhão, e também ter perdido o reserva Léo, que recebeu o terceiro cartão amarelo.

O jovem Wellington, de 20 anos, já vem treinando com os profissionais faz algum tempo e pode fazer seu segundo jogo no time de cima. "O Wellington é um atleta que esteve na transição da base para o profissional, atleta de seleção brasileira sub-20, que vem sendo bem observado", afirma Vizzoli, acostumado a lidar com jovens.

Apesar dos elogios, o técnico não cravou sua escalação. Tchê Tchê pode jogar improvisado no setor, com Daniel Alves voltando ao meio após cumprir suspensão.

Depois de perder um pênalti nos minutos finais no Engenhão, o atacante Luciano espera se redimir diante do Flamengo não apenas para levar o time à vaga direta na Libertadores, como também tentar se isolar na artilharia. Ele soma os mesmos 17 gols de Marinho, Thiago Galhardo e Claudinho.

Campeonato Brasileiro – 38ª rodada

São Paulo
Tiago Volpi; Juanfran, Bruno Alves, Arboleda e Wellington (Tchê Tchê); Luan, Tchê Tchê (Toró), Daniel Alves, Igor Gomes e Gabriel Sara; Luciano. Técnico: Marcos Vizzoli.

Flamengo
Hugo Souza; Isla, Rodrigo Caio, William Arão e Filipe Luís; Diego Ribas, Gerson, Éverton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabriel. Técnico: Rogério Ceni.

Árbitro: Rodolpho Toski Marques (Fifa/PR)
Auxiliares: Ivan Bohn e Vitor Hugo dos Santos (ambos do PR)
Árbitro do VAR: Wagner Reway (PB)

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Horário: 21h30min

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895