Chelsea vence de virada e adia título do Manchester City na Inglaterra
patrocinado por

Chelsea vence de virada e adia título do Manchester City na Inglaterra

Partida serviu de prévia antes da final da Liga dos Campeões que as duas equipes vão disputar em Istambul

AFP

Chelsea bateu o Manchester City por 2 a 1

publicidade

O Chelsea venceu o Manchester City fora de casa por 2 a 1 de virada neste sábado e adiou a conquista do título pela equipe de Pep Guardiola. A partida também enviou um sério aviso antes da final da Liga dos Campeões que as duas equipes vão disputar no dia 29 de maio em Istambul.

O City, que teria comemorado o título em caso de vitória nesta 35ª rodada, saiu na frente por meio de Raheem Sterling, pouco antes do intervalo (44). No segundo tempo, os 'Blues' viraram com gols do marroquino Hakim Ziyech (63) e do zagueiro espanhol Marcos Alonso (90+2).

"Perdemos nossa chance no último minuto do primeiro tempo no pênalti, mas estávamos em uma boa posição", disse o técnico do City, Pep Guardiola, à Sky Sports. "Sofremos um gol, sofremos 15 minutos, depois reagimos bem, mas no final eles marcaram", lamentou.

Veja Também

O time da casa poderia ter chegado ao intervalo com uma vantagem maior, mas o argentino Sergio Agüero cobrou um pênalti com uma 'cavadinha' e o goleiro francês do Chelsea Edouard Mendy teve pouca dificuldade para defender (45+3). Por outro lado a equipe comandada por Thomas Tuchel marcou mais três gols, dois do alemão Timo Werner (32 e 79) e outro de Callum Hudson-Odoi (81), todos anulados por impedimento.

A partida chegou empatada à reta final, depois que Sterling desviou para o fundo da rede um cruzamento do brasileiro Gabriel Jesus e Ziyech empatou com um chute de pé esquerdo após roubar a bola de 'Rodri' no meio de campo. Marcos Alonso fez o gol da virada do time londrino ao desviar um cruzamento da direita de Werner.

"Se eles tivessem marcado o gol de pênalti, talvez tudo acabasse antes de começar (o segundo tempo). Com 2 a 0 você não tem chance de virar", disse Tuchel após o jogo. "Fiquei impressionado com a reação e o desempenho no segundo tempo. Se você quer roubar os três pontos aqui depois de estar em desvantagem, você precisa de um pouco de sorte, decisões do árbitro", acrescentou.

O time de Guardiola ainda pode ser campeão se o Manchester United, segundo colocado a 13 pontos, não vencer o Aston Villa (11º), em Birmingham, neste domingo. O City, que só perdeu seis jogos nesta temporada, foi derrotado em dois duelos contra o Chelsea (que também venceu nas semifinais da Copa da Inglaterra). Isso diminui o suposto favoritismo da equipe de Guardiola na final da Champions.

Mas a vitória também é muito importante para o Chelsea na luta para terminar no G4 e se classificar para a próxima Liga dos Campeões. Com estes três pontos, o o time londrino soma 64, ficando a três do Manchester United, e ultrapassa o Leicester (agora 4º com 63 pontos após a derrota na sexta-feira para o Newcastle). Além disso, os 'Blues' se afastam do West Ham (5º com 58), que neste domingo vai receber o Everton (8º).


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895