Com um a menos, Santos empata com o Atlético-MG com pênalti assinalado pelo VAR

Com um a menos, Santos empata com o Atlético-MG com pênalti assinalado pelo VAR

Peixe buscou o 1 a 1 dentro do Mineirão

AE

Com um a menos, Santos empata com o Atlético-MG com pênalti assinalado pelo VAR

publicidade

O Santos, com um jogador a menos, arrancou do Atlético-MG um empate neste sábado (11), pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Mineirão. Os gols do jogo foram marcados por Sávio, para os donos da casa, e Rwan, em pênalti assinalado pelo VAR. No começo do segundo tempo, o alvinegro praiano teve Lucas Pires expulso.

Na competição, a situação das equipes muda pouco. O Atlético é o terceiro colocado, com 17 pontos, enquanto o Santos está na 10ª colocação, com 14 pontos.

O Atlético impôs o seu jogo desde o começo, com maior domínio das ações. Aos cinco minutos, Keno recebeu a bola pelo lado esquerdo, driblou Madson e cruzou para o meio da área. Savio, sozinho, apareceu na segunda trave e completou de esquerda para o fundo da rede.

Para além do domínio, o Santos também teve mais um problema, aos 10 minutos. O lateral-direito Madson sentiu uma dor na coxa e precisou ser substituído por Auro. O time produziu o primeiro lance de perigo em seguida, com Bauermann, que cabeceou no travessão defendido por Everson.

Em campo, a dificuldade de construir jogadas e de ter posse de bola era clara, com o Atlético subindo as linhas defensivas; no meio de campo, o Santos sequer conseguia dominar a bola e pensar a jogada, já que os marcadores chegavam rápido para ‘morder’. O alvinegro praiano só ameaçou outra vez aos 45 do primeiro tempo, após lançamento de Sandry para Rwan, que escorou para Angulo. O atacante finalizou de prima, colocado, e Everson se esforçou para defender.

No segundo tempo, o jogo ficou mais aberto para os dois lados. O Santos contou com boas jogadas de Rwan para chegar ao ataque no começo da etapa, especialmente aos 3 minutos e aos 9, quando Zanocelo pegou o rebote do atacante e mandou para rede, mas foi assinalado impedimento.

As coisas se complicaram ainda mais para o alvinegro praiano quando Lucas Pires derrubou Sávio, na entrada da grande área. A arbitragem decidiu pelo cartão amarelo primeiro, mas, após revisão de Marcelo de Lima Henrique, no VAR, o cartão foi mudado para vermelho. Na cobrança da falta, Hulk mandou com muita força, na trave.

Com um jogador a menos, o Santos continuou com dificuldades para construir as jogadas dentro de campo. Fabián Bustos investiu nas entradas de Ângelo e Felipe Jonatan, para equilibrar o time, e depois trouxe Camacho e Bruno Oliveira para tentar dar mais constância ao meio de campo.

Aos 35, após cobrança de falta para o meio da grande área, o Santos conseguiu sua chance de entrar de novo na partida. O VAR recomendou ao árbitro Marcelo de Lima Henrique que avaliasse um lance envolvendo o zagueiro Bauermann e Jair. No vídeo, ele decidiu pelo pênalti, que Rwan pegou para cobrar. Everson até acertou o canto, mas não conseguiu chegar na bola, e o garoto de 21 anos garantiu o empate ao alvinegro praiano.

O Atlético, mais forte, foi para cima. Turco Mohammed, inclusive, trocou o volante Jair pelo atacante Eduardo Sasha, que chegou com perigo aos 40. Arana bateu cruzado e o atacante desviou, mas Felipe Jonatan conseguiu afastar a bola praticamente em cima da linha. Já nos acréscimos, João Paulo salvou o Santos em lance de Eduardo Sasha, em um cabeceio, enquanto Everson, do Atlético, defendeu um chute cruzado de Bruno Oliveira. Bruno ainda tentou outra vez no último lance do jogo e Everson estava lá para defender outra vez.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895