Confederação Asiática mantém paralisação e adia partidas programadas até junho

Confederação Asiática mantém paralisação e adia partidas programadas até junho

Liga dos Campeões, principal torneio de clubes do continente, teve o seu início em fevereiro, mas a fase de grupos não pode ser completada

Por
AE

Marouane Fellaini recebeu alta depois de passar mais de três semanas em um hospital chinês sendo tratado da Covid-19


publicidade

A pandemia do novo coronavírus forçou mais um adiamento no calendário do futebol. Nesta terça-feira, a Confederação Asiática de Futebol (AFC, na sigla em inglês) anunciou através de um comunicado oficial que todos os jogos e competições programados para os meses de maio e junho foram adiados e não têm data para serem realizados.

A Liga dos Campeões da Ásia, principal torneio de clubes do continente, teve o seu início em fevereiro, mas a fase de grupos não pode ser completada. Os times da China, país onde começou a disseminação da Covid-19 no final do ano passado, ainda nem estrearam na competição.

"Mantendo as medidas de prevenção e as restrições de viagens impostas pelas autoridades de todos os países, a AFC decidiu adiar todos os jogos e competições programados para maio e junho até nova ordem", informou a confederação em comunicado oficial divulgado nesta terça-feira.

"A AFC segue acompanhando de perto a pandemia da Covid-19 e anteriormente havia adiado partidas em março e abril após reuniões de emergência em Nova Délhi (Índia), Doha (Catar), Dubai (Emirados Árabes Unidos) e Kuala Lumpur (Malásia)", prosseguiu. "A confederação seguirá em consulta com seus membros associados para encontrar opções para a realização das fases de grupo da Liga dos Campeões e da AFC Cup".


Por conta da pandemia, a Fifa e a AFC já haviam adiado partidas das seleções em março e em junho pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, que será no Catar. Pelo mundo, o novo coronavírus já infectou quase dois milhões de pessoas e causou mais de 119 mil mortes.