Conmebol agenda reunião para discutir a Libertadores
patrocinado por

Conmebol agenda reunião para discutir a Libertadores

Entidade pode sugerir o mês de setembro como uma primeira opção de retorno de suas competições

Correio do Povo

Conmebol ainda não revelou o resultado do julgamento das confusões do primeiro Gre-Nal da história da competição

publicidade

Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol, marcou uma reunião para a próxima quarta-feira, via videoconferência, com os representantes das federações dos países sul-americanos. Na pauta, entre outras questões, a continuidade da Libertadores da América. O assunto interessa diretamente a Grêmio e Inter, que integram o mesmo grupo na competição.

A ideia da Conmebol é chegar a uma data provisória para a retomada não só da Libertadores, mas também da Copa Sul-Americana, que conta com várias equipes brasileiras. Especula-se que a entidade esteja trabalhando com a possibilidade de um recomeço das duas competições em meados de setembro ou início de outubro, levando-se em consideração a situação dos dez países sul-americanos em relação à pandemia de coronavírus.

Há cenários bastante distintos. Enquanto o Brasil apresenta um crescimento acelerado de casos e óbitos, há países como Argentina e Uruguai, onde o vírus parece estar mais controlado. A decisão da Libertadores de 2020 está marcada para acontecer no Rio de Janeiro. O local da final pode sofrer alteração, passando para um país menos atingido pela pandemia.

Outra questão que certamente estará em debate na quarta-feira é o deslocamento das equipes de um país para o outro. A Conmebol precisará adotar um protocolo a ser seguido e que pode ter como modelo o futebol europeu, que começa a ver algumas competições serem retomadas de forma gradual. A continuidade da Libertadores é fundamental para Grêmio e Inter não   terem suas receitas ainda mais comprometidas.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895