Conmebol muda regra e Athletico-PR será cabeça de chave da Libertadores
patrocinado por

Conmebol muda regra e Athletico-PR será cabeça de chave da Libertadores

Campeão da Sul-Americana foi beneficiado por mudança no regulamento

AE

Athletico-PR será cabeça de chave da Libertadores

publicidade

A Conmebol divulgou neste domingo o regulamento da Copa Libertadores e da Copa Sul-Americana e uma mudança chamou a atenção. Com esta alteração, o Athletico-PR passará a ser cabeça de chave no principal torneio sul-americano de clubes em 2022.

Segundo o regulamento antigo, o campeão da Sul-Americana entraria no pote 2 da Libertadores. No entanto, houve um acréscimo no texto. Nele, fica permitido ao campeão da Sul-Americana ser cabeça de chave na Libertadores caso esteja entre os melhores colocados no ranking da Conmebol, o que é o caso do Athletico-PR.

O time paranaense está atualmente na 12ª colocação do ranking. No entanto, como alguns clubes na sua frente não se classificaram para o torneio, a exemplo de Grêmio e Santos, o Athletico acabou conquistando o direito de ser cabeça de chave.

Quem acabou caindo de fora do pote 1 foi o Cerro Porteño, do Paraguai. Com isso, os cabeças de chaves passam a ser Palmeiras, River Plate, Boca Juniors, Flamengo, Nacional-URU, Peñarol e Athletico-PR.

O pote 2 terá Cerro Porteño, Libertad, Independiente del Valle, Universidad Católica, Emelec, Corinthians, Colo-Colo e Vélez Sarsfield. E o três contará com Sporting Cristal, Red Bull Bragantino, Deportivo Táchira, Alianza Lima, Colón, Tolima, Caracas e Millonarios ou Deportivo Cali.

Por fim, no pote 4 estarão Always Ready, Talleres, Independiente Petrolero, Fortaleza, além de quatro classificados da fase prévia do torneio.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895