Coronavírus faz Fifa mudar dois jogos da China nas Eliminatórias da Copa do Mundo
capa

Coronavírus faz Fifa mudar dois jogos da China nas Eliminatórias da Copa do Mundo

Duas partidas foram transferidas para a cidade de Buri Ram, na Tailândia, mas tiveram suas datas mantidas, no fim de março

Por
AE

publicidade

Preocupada com o Covid-19, a Federação Internacional de Futebol (Fifa) alterou nesta sexta-feira a sede de dois jogos da seleção da China nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. As duas partidas foram transferidas para a cidade de Buri Ram, na Tailândia, mas tiveram suas datas mantidas, no fim de março. O duelo contra as Ilhas Maldivas, no dia 26, estava marcado inicialmente para ser disputado em solo chinês. E o confronto contra Guam, também localizado na Ásia, mas em território norte-americano, será no dia 31, ambos pelo Grupo A das Eliminatórias do continente.

Em comunicado, a entidade máxima da modalidade justificou sua decisão ao citar "a situação atual relacionada ao coronavírus e as conversas com os membros relevantes das federações de futebol". Ainda não há informações sobre a presença de torcedores no estádio nestas duas partidas. A seleção chinesa ocupa a segunda posição do Grupo A, com sete pontos, atrás da Síria, que está com 15. A chave ainda conta com as Filipinas. Somente os dois melhores times avançarão à fase seguinte das Eliminatórias, de olho na vaga no futuro Mundial do Catar.

Já o time feminino da China vai mandar um jogo na Austrália pelo Pré-Olímpico. A partida de ida contra a Coreia do Sul será disputada em Sydney, segundo informou a Confederação Asiática de Futebol, nesta sexta. No mês passado, confrontos da mesma competição foram transferidos de Wuhan, epicentro da epidemia do coronavírus, também para Sydney. O governo da China relatou nesta sexta a ocorrência de 889 novos casos de infecção e mais 118 mortes no país na quinta. Com a última atualização, o total de casos confirmados na China continental desde o início do surto atingiu 75.465, com 2.236 mortes.