Cuca testa negativo para Covid-19 e poderá comandar o Santos contra o Grêmio
patrocinado por

Cuca testa negativo para Covid-19 e poderá comandar o Santos contra o Grêmio

Duelo pela Libertadores acontece na quarta-feira, na Arena

AE

Cuca testou negativo para Covid-19 e está liberado pelo departamento médico

publicidade

O técnico Cuca enfim poderá voltar a comandar o Santos em um jogo da Copa Libertadores. Após testar negativo para a Covid-19, depois de se recuperar da nova doença, o treinador estará no banco de reservas da equipe paulista para o jogo contra o Grêmio, nesta quarta, em Porto Alegre, pela ida das quartas de final da competição sul-americana

Mesmo recuperado do novo coronavírus, Cuca ficou de fora da partida anterior, na volta contra a LDU, pelas oitavas de final. Na ocasião, ele havia sido vetado porque havia feito apenas o exame sorológico quando esteve internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. A Conmebol, contudo, exige em seus protocolos a realização de um teste do tipo PCR.

Cuca, então, foi submetido a um exame PCR, realizado no fim de semana antes da partida contra a LDU. O treinador acabou sendo impedido de comparecer ao jogo, mesmo depois de estar recuperado da doença.

Em comunicado, a direção do Santos anunciou que todo o elenco também está liberado para o importante confronto de quarta-feira. "Todos os atletas que realizaram exames de covid-19 no último sábado (05) estão liberados para a partida da próxima quarta-feira (09), contra o Grêmio."

O clube, contudo, destacou que o atacante Arthur Gomes será desfalque certo. Infectado pelo novo coronavírus, ele segue cumprindo isolamento e será baixa contra o rival gaúcho.

Para esta quarta, Cuca escala escalar a equipe santista com John; Pará, Laércio, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Diego Pituca e Soteldo; Marinho, Kaio Jorge e Lucas Braga.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895