Djokovic lidera a Sérvia na conquista da ATP Cup sobre a Espanha de Nadal
capa

Djokovic lidera a Sérvia na conquista da ATP Cup sobre a Espanha de Nadal

Atual número dois do mundo, o sérvio venceu o líder do ranking na disputa individual e ganhou também nas duplas

Por
AFP

Jogadores doaram 750 mil dólares australianos para fundo para combate a incêndios florestais

publicidade

A Sérvia, comandada pelo tenista número 2 do mundo, Novak Djokovic, conquistou a primeira edição da ATP Cup ao vencer por 2 sets a 1, na final do torneio de seleções, a Espanha de Rafael Nadal, líder do ranking, neste domingo em Sydney. Os espanhóis, atuais campeões da Copa Davis, chegaram a ficar à frente no placar com a vitória de Roberto Bautista Agut sobre Dusan Lajovic (7-5, 6-1) no primeiro jogo de simples.

No duelo dos dois melhores do mundo Djokovic deixou tudo igual no confronto ao superar Nadal em dois sets, 6-2, 7-6 (7/4). A decisão do título acabou ficando para o duelo de duplas, nas quais Nadal, alegando cansaço, optou por não disputar, facilitando a vida da Sérvia, que levou a melhor com Djokovic/Troicky sobre Carreño/López em dois sets, 6-3, 6-4

Após a partida, a ATP anunciou uma doação de 725 mil dólares australianos (cerca de R$ 1,98 millhões) para o Fundo Australiano de Recuperação da Natureza e Vida Selvagem da WWF, como parte dos esforços de alívio de incêndios florestais. A doação dos jogadores foi revelada na quadra por Djokovic e Nadal.
 
Andrea Gaudenzi, presidente da ATP, disse: “A Austrália recebe a ATP Tour todo mês de janeiro de uma maneira tão incrível, e mais do que nunca este ano com a primeira edição da ATP Cup. A devastação que vimos em todo o país devido aos incêndios florestais foi de partir o coração. Todo o esporte se uniu para dar seu apoio, principalmente aos jogadores que sentem uma forte afinidade com este grande país. Em nome de todos os jogadores, a ATP tem o prazer de poder fazer sua parte e continuaremos a trabalhar com o Tennis Australia nas próximas iniciativas, enquanto o esporte se reúne para apoiar os esforços de ajuda".