Djokovic vence Tsitsipas e conquista Roland Garros
patrocinado por

Djokovic vence Tsitsipas e conquista Roland Garros

Título é o 19º título em um Grand Slam do sérvio

AFP

O sérvio Novak Djokovic venceu o grego Stefanos Tsitsipas, por 6-7 (6/8 ), 2-6, 6-3, 6-2, 6-4, e conquistou o Torneio Roland Garros

publicidade

O sérvio Novak Djokovic, número 1 no ranking da Associação de Tenistas Profissionais (ATP), se sagrou campeão de Roland Garros, neste domingo, ao vencer o grego Stefanos Tsitsipas (5º) por 6-7 (6/8 ), 2-6, 6-3, 6-2, 6-4. Este é o 19º título em um Grand Slam de Djokovic, que chegou à decisão do Aberto da França ao eliminar o espanhol Rafael Nadal, que venceu 13 vezes no saibro parisiense e detém 20 troféus do Grand Slam, a mesma quantidade que o suíço Roger Federer.

Além disso, o tenista de Belgrado se tornou o primeiro homem na era Open (desde 1968) a ganhar na mesma temporada pelo menos dois títulos de cada um dos quatro torneios que integram o Grand Slam (Aberto da Austrália, Roland Garros, Wimbledon e US Open), e o terceiro na história a alcançar esse feito ao lado dos australianos Roy Emerson e Rod Laver.

"Vencer dois grandes campeões em menos de 48 horas não foi fácil nem fisicamente nem mentalmente, mas consegui com minha mentalidade e qualidade de jogo", declarou o sérvio ao fim da partida decisiva deste domingo.

Djokovic, que estava jogando sua sexta final do torneio parisiense e a 29ª de um Grand Slam, já havia derrotado Tsitsipas em três outros duelos sobre a quadra de saibro. Além disso, sua recente semifinal contra Nadal o colocou como favorito para o jogo disputado na arena do Philippe-Chartier.

Já seu adversário grego chegou à final em busca de se tornar a referência para jogos no saibro, superfície na qual se tornou o destaque nesta temporada com 23 vitórias, uma delas na conquista do torneio de Monte Carlo. Nesta final em Paris, o jogo esteve equilibrado no primeiro set até que o sérvio quebrou o saque do rival com 5-5.

Mas o grego respondeu no seguinte com na mesma moeda e o set foi decidido no desempate a seu favor. A partir do segundo set, 'Nole' começou a crescer em quadra e venceu em seguida por 6-3 e 6-2, levando o jogo para um quinto set, o qual venceu por 6-4 e voltou a ser o rei de Paris após quatro anos consecutivos de domínio de Nadal.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895