Dupla Gre-Nal vive ansiedade pelas janelas de transferências
capa

Dupla Gre-Nal vive ansiedade pelas janelas de transferências

Grêmio e Inter necessitam vender para amenizar a crise e Fifa definiu as datas para negociações nos principais mercados

Por
Correio do Povo

Clubes europeus tem interesse em Everton do Grêmio e Bruno Fuchs é a esperança de negócios do Inter na próxima janela


publicidade

Uma das principais fontes de receita dos clubes brasileiros – e a dupla Gre-Nal não foge à regra – é a venda de jogadores oriundos das categorias de base. Com a queda drástica no faturamento devido à pandemia de coronavírus, negociar um ou mais atletas virou questão de sobrevivência. A Fifa definiu as datas para abertura e encerramento da janela de transferências nos principais mercados da Europa, com um prazo maior para finalizar as negociações.

Grêmio e Inter esperam que surjam propostas para seus jogadores e, consequentemente, possam amenizar os prejuízos que aumentam a cada semana em que o futebol não volta no Brasil. Se no ano passado, o mercado movimentou cerca de 7 bilhões de euros na janela de meio do ano, que antecede o início das competições na Europa, em 2020 os valores não devem chegar nem perto disso.

Há uma curiosidade para ver o comportamento dos grandes clubes europeus. A tendência é que as negociações envolvam muitas trocas de jogadores, já que a crise atinge a todos, sem exceção. Inglaterra e França serão os primeiros países a abrir a janela.

O Grêmio tem maiores chances de negociar jogadores em relação ao seu principal rival. Everton Cebolinha possivelmente vai deixar o clube na próxima janela. Na Itália, onde a janela abre no dia 1º de julho, o Napoli é o principal interessado. Alemanha e Inglaterra também são destinos que atraem o atacante gremista. O Tricolor trata a saúde financeira como prioridade até o final desta temporada. Para isso, não descarta negociar outros jovens valores.

O volante Matheus Henrique ganhou mercado após a campanha com a Seleção Brasileira Sub-23 no pré-olímpico, em janeiro. O Manchester City estaria de olho no meia para substituir o também brasileiro Fernandinho, que tem contrato até junho de 2021 com a equipe treinada por Pep Guardiola. O atacante Pepê, mesmo não sendo titular no Grêmio, já teve o nome sondado em alguns clubes europeus. Além deles, o Tricolor ainda tem o meia Jean Pyerre na lista de “negociáveis” nesta janela.

O Inter vive uma situação mais preocupante em relação a possíveis vendas. Atualmente, o jogador que pode despertar interesse e receber propostas mais significativas é o zagueiro Bruno Fuchs, outro atleta da Dupla que integrou a Seleção Brasileira Sub-23. Clubes da Itália e da França fizeram sondagens recentemente. Se o Colorado conseguir vender algum outro atleta, não deixará de ser uma surpresa.

O volante Nonato perdeu visibilidade no início deste ano, mas é um jogador que tem idade e chances futuras. O Inter tem investido em renovar contrato com jovens vindos da base justamente com esse intuito, como Praxedes, Johnny e Roberto.

•• Datas das principais janelas de transferências

• Itália

01/07 a 02/09

• Espanha

01/07 a 01/09

• Alemanha

01/07 a 31/08

• Inglaterra

10/06 a 01/09

• França

10/06 a 01/09

• China


01/07 a 31/07