Entre jogadores e técnicos, Tite é o único brasileiro concorrendo ao prêmio Fifa The Best 2019

Entre jogadores e técnicos, Tite é o único brasileiro concorrendo ao prêmio Fifa The Best 2019

Lista de melhores atletas masculinos e femininos foi divulgada com a ausência de Neymar, Alisson e Marta

Correio do Povo

Treinador venceu a Copa América com o Brasil em 2019

publicidade

A Federação Internacional de Futebol (Fifa) divulgou nesta quarta-feira a lista com os finalistas do The Best 2019, que premia os melhores do mundo na modalidade, com apenas um brasileiro entre as quatro categorias em disputa – atleta masculino e feminino e treinador de uma equipe masculina e feminina. Campeão da Copa América comandando a Seleção, Tite concorre a melhor técnico. Um painel de ex-jogadores e técnicos selecionou os 10 indicados com base no desempenho entre 16 de julho de 2018 e 19 de julho de 2019.

O gaúcho vai duelar pela distinção com tanto com técnicos de seleções quanto de times. Do primeiro, Ricardo Gareca (Peru), Fernando Santos (Portugal), Didier Deschamps (França) e Djamel Belmadi (Argélia). De equipes, foram selecionados Marcelo Gallardo (River Plate), Pep Guardiola (Manchester City), Jurgen Klopp (Liverpool), Mauricio Pochettino (Tottenham Hotspur) e Erik ten Hag (Ajax).

A lista de melhores melhores jogadores foi divulgada sem Neymar e Alisson. Concorrem o português Cristiano Ronaldo, os holandeses Frenkie de Jong, Matthijs de Ligt e Virgil van Dijk, o belga Eden Hazard, o inglês Harry Kane, o senegalês Sadio Mane, o francês Kylian Mbappe, o argentino Lionel Messi e o egípcio Mohamed Salah.

A ausência do goleiro foi um dos assuntos mais comentados na rede social durante a tarde. O ex-arqueiro do Inter ganhou três Luvas de Ouro na temporada (Premier League, Champions League e Copa América), tornando-se o primeiro goleiro da história a ganhar o prêmio em cada uma das três principais competições em que participou e também venceu a Champions com o Liverpool.

Recordista de prêmios de melhor jogadora do mundo, seis, e atual detentora do The Best da Fifa, Marta não foi indicada neste ano. A americana Megan Rapinoe, destaque dos Estados Unidos na campanha do título da Copa de 2019, é a favorita. Ela disputa com a compatriotas Rose Lavelle, Alex Morgan e Julie Ertz, as inglesas Lucy Bronze e Ellen White, as norueguesas Caroline Graham Hansen e Ada Hegerberg, a holandesa Vivianne Miedema e a australiana Sam Kerr. Completam a lista as francesas Amandine Henry e Wendie Renard.

Na categoria de técnicos de equipes femininas, quatro são mulheres, três delas que trabalharam na Copa do Mundo de 2019. Primeira bicampeã da história do torneio, a americana Jill Ellis puxa a fila como favorita. Assim com Tite, os escolhidos são de seleções e times: Milena Bertolini (Itália), Peter Gerhardsson (Suécia), Futoshi Ikeda (sub-20 do Japão), Antonia Is (sub-17 da Espanha),Phil Neville (Inglaterra) e Sarina Wiegman, vice da Copa com a Holanda e ganhadora do prêmio de melhor do mundo em 2017. Completam a lista Joe Montemurro (Arsenal), Paul Riley (North Carolina Courage) e o atual vencedor do Prêmio e bi da Champions pelo Lyon, Reynald Pedros

Sistema de eleição

A votação será dividida entre quatro pilares fundamentais: capitães das equipes nacionais, treinadores da seleção, mídia selecionada e o voto dos torcedores realizado pelo site da FIFA. Cada um vala 25%. A premiação vai até 19 de agosto e cada jurado vota em seus três preferidos em ordem. O primeiro ganha cinco pontos, o segundo leva três, e o terceiro soma um.

Na data final, a Federação anuncia os finalistas. Ainda, informa os candidatos e abre para votação de melhor goleiro, nas categorias masculina e feminina, Prêmio Puskàs (gol mais bonito) e Fan Award (melhor torcida). A premiação ocorre em dia 23 de setembro, em Milão.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895